Menu
quinta, 25 de fevereiro de 2021
Esportes

Natação renova a vontade de viver de atleta ACD

04 Mar 2016 - 13h48
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Um acidente que teve consequências gravíssimas para José Ronaldo da Silva. Após 90 dias internado, foi constatada tetraplegia completa. O 'baque' foi grande. Afinal, até então tinha um cotidiano normal, onde trabalhava e fazia seus afazeres dia a dia.

Entrou em depressão e se sentiu 'bloqueado' para a vida. Viveu assim vários anos até conhecer a natação. Hoje integra a equipe de atletas ACD (atleta com deficiência) da Aquário/LCN/Bianchi Sports. "Voltei a viver. É um novo mundo". Aos 35 anos, natural de Santa Rita do Passa Quatro, mas com residência fixa em Descalvado, é treinado por Airton Donizete 'Mitcho' Bianchi e vai representar São Carlos nas competições previstas para a temporada 2016.

Ronaldo é uma das forças do time são-carlense que tem o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel), da Fundação Educacional de São Carlos (Fesc) e do Cefer/Caaso/USP.

"Conheci de fato a natação em dezembro de 2015. Foi quando tive contato com o Mitcho. Sinceramente não sabia nadar. Dei minhas primeiras braças e no meio aquático conheci um novo mundo. Voltei a viver. Hoje tenho disposição, um melhor condicionamento físico e muita vontade de vencer", resumiu Ronaldo.

"DEBUT"

A cada treino, Ronaldo sente evolução durante as atividades e sua estreia em uma prova oficial acontece nos dias 19 e 20 deste mês, quando irá nadar os 50m livre e 50m costas na etapa regional São Paulo Circuito Caixa de Natação Paralímpica, em São Paulo.

Ele não esconde uma certa ansiedade, mas garante que irá buscar o melhor resultado possível. "Se bobear, a vitória. Minha meta é vencer sempre. E na minha categoria vou buscar ser o melhor", garantiu, animado.

PASSO A PASSO

Ponderado, o técnico Mitcho não esconde que faz um trabalho passo a passo com Ronaldo, mas sempre com metas a serem atingidas. Ele garante ter algumas preocupações, mas que serão sanadas com o dia a dia.

"Pelo fato dele ter um histórico de vida sedentária e preocupado inicialmente com sua saúde, a primeira meta era ensinar a nadar. Então passou por um processo de aprendizado. Mas em pouco tempo evoluiu consideravelmente e obteve um condicionamento físico invejável. Com isso inscrevemos ele na etapa qualificatória do Circuito Caixa, onde ele terá sua primeira experiência oficial, onde iremos ver seu comportamento e sua reação, além de analisarmos o resultado final. Mas paralelamente realizamos um trabalho com o intuito de prepará-lo para os Jogos Regionais", disse o treinador.

FÊNIX...

A mitologia diz que a Fênix é uma ave que renasce das cinzas para 'cortar' os céus com sua beleza. Ronaldo, devido a uma fatalidade, chegou ao fundo do poço, mas renasceu e hoje é um exemplo de vida.

Filho de Trindade Cortez Real, tem como companheira há 14 anos, Jucilene Cristina Gallo. Era funileiro e pintor.

Mas em 2006, com 26 anos, na alça de acesso a rodovia Dr. Paulo Lauro (SP-215), próximo a Descalvado, se envolveu em um acidente e foi responsável pelo capotamento do seu Kadett. "Fui imprudente. A velocidade era excessiva", reconheceu Ronaldo.

Como consequência do grave acidente, ficou 30 dias internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e por mais 60 na Santa Casa. Sem correr risco de morte, teve alta, mas com uma sequela: tetraplegia completa. Por dois anos, ficou sem os movimentos nos braços.

"Me bloqueei naquela época. Não chorava, sem sentimento algum. Não sabia o que pensar. Era preocupado com a família". O tempo passou. Ronaldo não esquece as dificuldades que passou, pois era dependente total. "Familiares tinham que me ajudar em tudo. Na água, banho, alimentação... Mas graças a Deus, portas se abriram", afirmou.

Em 2010 chegou a praticar handebol adaptado na UFSCar, mas não se afeiçoou a atividade esportiva. Por residir em Descalvado, faltava opções para pessoas com deficiência. "Então fiquei sedentário. Mas em 2015 uma nova oportunidade apareceu.

"Desde então pratico a natação e se estou bem hoje é graças a minha mãe (Trindade), minha companheira (Lucilene) e ao meu cuidador Vitor Nunes Oliveira que me acompanha aonde for e me auxilia. São meus anjos da guarda", finalizou Ronaldo.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias