Menu
domingo, 07 de março de 2021
Esportes

Luiz Muller prevê início da A3 complicada para a Águia

20 Jan 2017 - 09h31
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Com uma montagem de elenco iniciada do zero e estando a 9 dias da estreia no Campeonato Paulista da Série A3 (enfrenta o Noroeste no estádio municipal Alfredo de Castilho, o técnico Luiz Muller prevê um início complicado para o São Carlos na competição.

Na fase preparatória (dezembro e janeiro), o time fez alguns jogos amistosos, mas busca entrosamento. "Hoje posso dizer que 50% das atividades ainda são destinadas a recuperação do condicionamento físico dos atletas. Os outros 50% são trabalhos com bola. Na semana da estreia será 30% físico e 70% bola", disse.

Luiz Muller enfatizou que as dificuldades serão intensas nas primeiras apresentações, ainda mais levando em consideração que quatro dos seis jogos iniciais serão fora de casa.

"Com o andar da competição é que o grupo irá adquirir ritmo de competição. Não tem outro jeito. Os jogos-treinos que são realizados nesta fase serve para que eu monte o time que considerarei titular apenas e em cima desta primeira etapa é que o grupo irá ganhar uma cara", explicou.

DENTRO, FORA...

Na fase classificatória da Série A3 o São Carlos fará 10 jogos em casa e nove fora. As temporadas anteriores mostram que o time não se dá bem em seus domínios e os melhores resultados, na maioria das vezes, ocorrem longe dos seus torcedores.

Entretanto Luiz Muller mostrou-se indiferente a isso. Para ele, a meta é colocar a equipe na Série A2 do Paulista. Quanto às vitórias, pouco importa o local.

"Tenho uma forma de colocar a equipe em campo e um estilo de jogo. Portanto vencer dentro ou fora de casa é indiferente. Quero um time que saiba suportar a pressão e ter um jogo equilibrado ao longo da competição. Por isso contratamos jogadores experientes e jovens e que saibam conter a ansiedade por jogar em casa e saber dosar a pressão do adversário fora", observou.

Muller salientou ainda que sua vivência nos gramados (quando jogador e agora técnico) agregou valores que sabe aplicar na atualidade.

"Teremos 19 adversários com vários estilos de jogo. A cada apresentação temos que ter a inteligência suficiente para saber fazer a leitura do jogo e durante os 90 minutos fazer com que sua equipe sabia conter as investidas do adversário e acatar com equilíbrio e coerência", finalizou.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias