Menu
sábado, 06 de março de 2021
Esportes

Joias raras, Mirella e Giovana podem ser federadas em 2017

12 Ago 2016 - 08h51
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Duas pequenas grandes nadadoras. Ambas com apenas 9 anos e nadam pela categoria mirim 2. Dentro da água se agigantam e são esperanças da natação são-carlense. Mirella Vaz Colloca e Giovana de Paula Pegion integram a Aquário/LCN/Bianchi Sports e podem ser federadas em 2017.

O motivo que leva o técnico Mitcho Bianchi a pensar seriamente em tal atitude? O fato de ambas estarem ranqueadas entre as melhores do Brasil em suas categorias.

Giovana tem a melhor marca no país nos 100m borboleta e o terceiro tempo nos 50m costas. Mirella não fica atrás: terceiro melhor tempo do Brasil nos 50m borboleta e 4º tempo nos 50m peito.

Segundo o treinador, as representantes da equipe que tem parceria com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel), Fundação Educacional São Carlos (Fesc) e Caaso/Cefer/USP as atletas surpreenderam no primeiro semestre. "Ambas alcançaram tempos surpreendentes. São joias raras que nasceram de um trabalho sério e com metas. Elas são diferenciadas", disse.

DE OLHO NO FUTURO

No segundo semestre Mirella e Giovana irão estar presentes em quatro etapas dos torneios regionais promovidos pela Delegacia da 5ª Região da Federação Aquática Paulista (FAP), mas de olho em 2017. Serão provas preparatórias com as atenções voltadas para o futuro.

"Vamos trabalhas as duas nadadoras com provas de 100 metros e naquelas que são especialistas. Tudo de olho em 2017", disse Mitcho Bianchi.

De acordo com ele, dependendo do desempenho de ambas no segundo semestre, as nadadoras podem ser federadas na próxima temporada e disputar o campeonato paulista na categoria petiz. "Queremos colocar ambas também na seleção regional. Enfim fazer com que foquem voos mais altos", disse.

Mitcho finalizou afirmando que ainda no segundo semestre deste ano Giovana e Mirella terão um desafio diferenciado além das etapas regionais de natação.

"Ainda não sabemos qual, mas vamos colocá-las em uma competição em um grande centro para que adquira ainda mais experiência, nadem com adversárias mais qualificadas e fortes para que tenham a vivência necessária do novo mundo que estarão em breve", disse.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias