Menu
segunda, 02 de agosto de 2021
Abertos

Ibaté e Descalvado colhem frutos em apoiar São Carlos

23 Nov 2018 - 07h13Por Redação
Ibaté e Descalvado colhem frutos em apoiar São Carlos - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Considerada a “Olimpíada Caipira”, os Jogos Abertos do Interior “Horácio Baby Barioni” movimentam e aquecem principalmente o comércio alimentício nas cidades em que são realizados. Além disso, também se tornam uma grande opção de lazer para as populações locais.

Parceiras de São Carlos na realização da 82ª edição dos Jogos Abertos, Ibaté e Descalvado têm vivido dias mais agitados com a presença de centenas de atletas convivendo na cidade.

“Nossa cidade ficou muito feliz com a possibilidade de também sediar partidas dos Jogos porque, por ser pequena, seria muito difícil ser escolhida como sede num futuro próximo’, falou Raul Seixas II, secretário municipal de Esportes da Prefeitura de Ibaté.

Na cidade, os Jogos Abertos têm sido uma grande oportunidade para os alunos dos projetos sociais conhecerem atletas de alto nível. “Semana passada tivemos o Basquete, com três jogadoras da seleção brasileira e levamos as crianças para assistir aos jogos. Esta semana, as crianças têm acompanhado aos jogos de vôlei”, explicou o secretário de Esportes local.

Além dos jogos, Seixas II também tem acompanhado o movimento na cidade: “A parte de venda de alimentos está bem mais movimentada”. Nestas duas semanas de Jogos ele acredita que mais de dois mil atletas terão passado por Ibaté.

Enadiele Calixto, gerente de um açaizeiro no centro da cidade confirma o aumento nas vendas. Segundo ela, cresceram em torno de 30%. Para a comerciante tem sido muito bom receber os Jogos Abertos. “A cidade fica mais movimentada. Deveria ter sempre”. Praticante de Futsal, Enadiele estava na última terça-feira (20) se programando para assistir a uma partida de Vôlei no ginásio local. Ela conta que já disputou os Jogos Regionais pela cidade de Sinop (MT).

Gabriela de Oliveira, que trabalha em uma casa que vende salgados, comenta que, além de movimentar a cidade e o comércio, os Jogos ‘destacam a cidade’. Segundo ela, o movimento na venda de salgados aumentou em cerca de 20% com a presença dos atletas.

O aposentado Jair Moreia, além de aprovar a realização dos Jogos em Ibaté, em apoio a São Carlos, virou figura frequente no Ginásio Municipal Dagnini Rossi, palco das partidas da competição na cidade. Na manhã de quarta-feira (21) ele já contabilizava ter assistido a 10 partidas, entre Basquete e Vôlei: “Se não tivesse os Jogos iria pescar ou pro bar”, comentou.

“Estou achando maravilhoso”, elogia Emilly Hyonan, estudante de Educação Física. Para a futura educadora física, trata-se de uma grande oportunidade para assistir a partidas de alto nível. Já o namorado, Gabriel Serafim, estudante de Logística e Mecatrônica, confessa não ser ‘muito fã de esportes’. Apesar disso, aprova a realização do evento na cidade: “É uma oportunidade para ver bons jogos”.

“Parece uma cidade planejada”, comentou sobre Ibaté o integrante da equipe de Ciclismo de Assis, André Marioni. Ele e os amigos Gean Magalhães e Luiz Otávio de Paula, todos do Ciclismo, estavam se despedindo ontem de Ibaté. Ficaram em 8º lugar classificação final da modalidade nos Jogos. Entre as lembranças que levarão estão as praças. “A cidade é muito legal, toda pracinha tem uma fonte”, destacou Magalhães.

DESCALVADO

“Se não tivesse os Jogos, estaria assistindo filme e desenho. É o que eu faço normalmente, porque trabalho à noite”, comentou o trabalhador em serviços gerais, André Aparecido Freitas Silva, que na tarde da última terça-feira (20) assistia uma partida de Handebol feminino no Ginásio Municipal Oswaldo Cardoso, em Descalvado, com imagem ao final da matéria] acompanhado da esposa Cristine e da filha de 4 anos Ana Laura: “É um programa que distrai e ainda por cima é educativo”, informou Silva.

Para o diretor de Esportes, Lazer e Turismo de Descalvado, Marcelo Brambilla, a realização dos Jogos Abertos em apoio a São Carlos tem sido muito positiva, “porque eles trazem a oportunidade para a população em geral e os esportistas de assistirem a grandes jogos”. Em Descalvado acontecem as disputas de Handebol e Futsal, no masculino e no feminino, categorias Livre e Sub-20. “São mais de 20 delegações que participam dos jogos em Descalvado e a cidade tem recebido uma média de 160 atletas por dia”, lembrou o diretor de Esportes. Com tantos jogos de alto nível, a expectativa de Brambilla é que os Jogos Abertos influenciem positivamente aos mais jovens para a prática de esportes.

O prefeito de Descalvado, Antonio Carlos Reschini disse, em nota, que para a cidade “tem sido um grande prazer sediar os Jogos Abertos ‘Horácio Baby Barioni’ em parceria com São Carlos e Ibaté”. “Ter a oportunidade de sediar jogos de altíssimo nível como estes que estamos vendo aqui no Ginásio de Esportes Oswaldo Cardoso certamente deverá incentivar nossas crianças e jovens a praticarem cada vez mais esportes, seja em qual modalidade for”, projetou Reschini.

Os Jogos Abertos, ainda segundo o prefeito local, também têm sido uma oportunidade para a cidade mostrar como é acolhedora. “Descalvado sempre foi reconhecida como sendo uma cidade que sempre recebe visitantes de braços abertos e, como não poderia deixar de ser, receber os atletas, as comissões organizadoras e as torcidas com todo o nosso carinho e admiração, nos deu a chance de provar mais uma vez o quanto somos acolhedores”.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias