quinta, 27 de janeiro de 2022
Mais uma decisão

Grêmio tem que vencer América/MG e torcer por tropeço do Falcon na Copinha

Com apenas um ponto, Lobinho precisa de uma combinação de resultados para seguir na competição

09 Jan 2022 - 08h02Por Marcos Escrivani
Inácio espera um grande jogo contra o Coelho: “Acredito em um jogo aberto, com ambas as equipes alternando o controle do jogo com bola, e sendo agressivos sem ela” - Crédito: Ze_FotographyInácio espera um grande jogo contra o Coelho: “Acredito em um jogo aberto, com ambas as equipes alternando o controle do jogo com bola, e sendo agressivos sem ela” - Crédito: Ze_Fotography

Com um empate e uma derrota no grupo 11 da Copa São Paulo, o Grêmio São-carlense tem sua última oportunidade de garantir a classificação para a segunda fase da competição, em rodada dupla prevista para a tarde deste domingo, 9, no estádio municipal Professor Luís Augusto de Oliveira.

Às 19h15 o Lobinho enfrenta o América/MG e com apenas um ponto e na lanterna do grupo, tem que vencer por qualquer contagem e ainda torcer para que o Falcon (que possui 2 pontos), não vença o São Carlos na partida preliminar (17h).

A rodada promete ser tensa e cheia de adrenalina e a expectativa é de casa cheia no Luisão.

Após o empate contra o Falcon/SE o técnico Guilherme Inácio voltou aos treinos com o intuito de preparar a equipe para a importante partida. O treinador considera o encontro o mais desafiador, mas acredita no resultado positivo.

Em entrevista ao São Carlos Agora, disse sobre a expectativa do time:

São Carlos Agora: O empate entre São Carlos x América/MG deixou o Grêmio vivo. Como pretende armar o time para encarar o Coelho?

Inácio: A nossa forma de jogar nunca se altera, os nossos pilares de jogo estão sempre presentes. Os pequenos ajustes são a nível estratégico-tático em função daquilo que são os pontos fortes e frágeis do adversário, além daquilo que estamos fazendo de positivo e dos pontos a melhorar. Acredito em um jogo aberto, com ambas as equipes alternando o controle do jogo com bola, e sendo agressivos sem ela.

SCA: Necessitando da vitória, a equipe tem que atacar e torcer por empate ou derrota do Falcon. Isso atrapalha seus planos?

Inácio: Atrapalharia se o foco fosse pensar nas outras equipes. Porém, pensamos primeiramente em nosso jogo, e em todas as possíveis situações que nele poderemos encontrar, para que assim possamos fazer a nossa parte para atingirmos os nossos objetivos.

SCA: O Grêmio mostrou muita posse de bola, mas pouca efetividade no ataque. Como reverter isso em um jogo tão decisivo?

Inácio: Foi um jogo que criamos muitas situações de finalização, não sendo tão felizes nas suas conclusões, porém, foi parte do processo. As ferramentas passam por estratégias de treinos e vídeos para otimizar a nossa qualidade, e sermos mais efetivos no próximo jogo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Últimas Notícias