Menu
domingo, 11 de abril de 2021
Esportes

Futsal masculino: rendimento da Asf deixa insatisfeito Fabiano Lourenço

Na temporada 2017, nenhuma equipe são-carlense conseguiu ficar nas duas primeiras colocações em torneios regionais

05 Dez 2017 - 08h04
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

A temporada 2017, apesar de marcar o retorno da equipe principal aos jogos oficiais, é para ser esquecida e/ou servir de aprendizado para todos os jogadores e comissão técnica da Asf São Carlos. Motivo: em nenhum torneio regional, os representantes estiveram presentes em uma decisão.

A melhor colocação foi justamente do time principal, que ficou com a terceira colocação no campeonato regional da Liga de Rio Claro. Nas demais competições, as equipes comandadas pelo técnico Fabiano Lourenço deixaram a desejar em termos de competitividade.

"Não estou satisfeito. De uma maneira geral não. Acredito que ficaram muito aquém daquilo que poderiam apresentar", lamentou Fabiano Lourenço.

Entretanto o treinador mostra otimismo para o próximo ano e disse que o trabalho irá continuar. "A meta é incentivar cada vez mais as categorias de base. Participar de mais competições e assim ir contribuindo para a formação dos atletas e consequentemente de melhores equipes", comentou.

ENTREVISTA

Cordial e educado, Fabiano Lourenço concedeu entrevista ao São Carlos Agora e analisou o que foi o futsal masculino em 2017 e o que pretende para 2018.

SÃO CARLOS AGORA - Quantas equipes a ASF teve na temporada 2017?

FABIANO LOURENÇO - Contamos esse ano com a preparação de três equipes no masculino. As categorias menores sub17 e sub20 e a categoria principal (adulto).

SCA - Quantos atletas em ação?

FABIANO - Em fevereiro desse ano, abrimos para avaliação de novos atletas, uma vez que, nos últimos dois anos, vínhamos contando somente com a categoria principal. Sendo assim, conseguimos "formar" essas duas equipes menores, contando com um número relativamente algo no começo dos treinamentos e diminuindo ao longo do ano (o que é previsível e perfeitamente normal), com uma média de 18 atletas no sub17 e 15 no sub20. A categoria principal contou com 14 atletas.

SCA - Quais eventos presentes e quais as conquistas?

FABIANO - Sub17: Campeonato da Liga regional de Porto Ferreira - 4º colocado e Copa Palmeiras do Interior (Rio Claro). Sub21 - Campeonato da Liga Regional de Porto Ferreira. Principal - Taça EPTV de Futsal - 5º colocado, Campeonato regional da Liga de Rio Claro - 3º colocado, Jogos Regionais, Copa Record de Futsal - 5º colocado e Campeonato Regional de Porto Ferreira.

SCA - Está satisfeito com o desempenho dos atletas?

FABIANO - Não. De uma maneira geral não. Acredito que ficaram muito aquém daquilo que poderiam apresentar. Falando do adulto, nas competições das TVs, o rendimento foi muito bom e o desempenho também. Porém, nas competições da liga e nos Jogos Regionais, os atletas e a equipe não conseguiram o mesmo desempenho e claro, isso refletiu nos resultados.

SCA - 2017 foi marcado como um ano de reconstrução do futsal ou da renovação?

FABIANBO - Acredito que da renovação. Precisamos desse trabalho de base desenvolvido pelos nossos profissionais (Chicão, Fernando e Aninha). Porém, ele precisa de continuidade e isso conseguimos participando nessas competições com as equipes de base.

SCA - Para 2018, o que pretende a ASF em termos de formação de equipe?

FABIANO - Incentivar cada vez mais as categorias de base. Participar de mais competições e assim ir contribuindo para a formação dos atletas e consequentemente de melhores equipes. 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias