Menu
segunda, 06 de julho de 2020
Manter equipe competitiva

Equipe de natação são-carlense busca apoio junto à empresários para atletas ACDs

22 Jun 2020 - 07h26Por Marcos Escrivani
Equipe de natação são-carlense busca apoio junto à empresários para atletas ACDs - Crédito: Marcos Escrivani Crédito: Marcos Escrivani

Pelo segundo ano consecutivo, a equipe de natação ACD (atletas com deficiências) LCN/Aquário Fitness recebeu do Governo do Estado, o título que permite a captação de recursos através do ICMS da Lei de Incentivo Estadual.

É uma forma da equipe são-carlense, composta por atletas que possui vários tipos de deficiências, buscar patrocínios e continuar a representar São Carlos em competições regionais, estaduais, nacionais e internacionais.

O time, orientado pelo técnico Mitcho Bianchi e que há seis anos representa a cidade, apesar do isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19, faz atividades remotas e se prepara para as competições futuras. “Aguardamos a liberação das autoridades sanitárias”, resumiu Mitcho.

Quanto ao fato de ter a permissão do Estado para captar recursos para a equipe junto a empresas, Mitcho disse em entrevista ao São Carlos Agora que o trabalho é árduo, mas acredita que possa conseguir apoiadores em São Carlos e na região.

“Estamos na luta há seis anos e faço um apelo aos empresários para colaborar com os nossos projetos. Formamos uma equipe competitiva e conquistamos vários títulos. São Carlos é hoje uma das mais importantes cidades na natação paralímpica e temos um sonho em ter escolas para dar oportunidade para crianças, jovens e adultos em ter a chance de se tornarem atletas e representar nossa cidade. Peço este apoio aos empresários e estamos abertos no sentido de apresentar nosso projeto”, disse Mitcho, salientando que o contato direto é pelo WhatsApp 16 98123-5161.

PANDEMIA

Nesta época de pandemia do novo coronavírus, Mitcho reconhece que as dificuldades aumentam um pouco devido a crise econômica. Porém, não perde a esperança que empresários possam olhar com carinho o trabalho desenvolvido junto a atletas que possuem deficiências.

“É complicado, reconheço. Mas há segmentos que trabalham normalmente nesta época e me apego neste fato para que eles possam solicitar nosso projeto e ter uma parceria para que possamos manter viva a chama do esporte paralímpico em São Carlos. Todo apoio é bem-vindo. Fazemos isso de coração. Que todos possam conhecer nosso trabalho, pois buscamos recursos para dar oportunidade a estes atletas”, finalizou Mitcho.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias