Menu
domingo, 29 de março de 2020
Preservar a saúde do atleta

Equipe de natação de São Carlos atende recomendação e suspende treinos temporariamente

19 Mar 2020 - 07h32Por Marcos Escrivani
“Hoje está em jogo a vida do ser humano. Então a decisão foi a mais correta possível”, disse Mitcho - Crédito: Marcos Escrivani“Hoje está em jogo a vida do ser humano. Então a decisão foi a mais correta possível”, disse Mitcho - Crédito: Marcos Escrivani

Os atletas que compõem as equipes de alto rendimento ACD (atletas com deficiência) e convencional LCN/Aquário Fitness tiveram os treinos suspensos provisoriamente devido a pandemia do coronavírus (COVID-19). A equipe são-carlense obedeceu a orientação das entidades que regem a modalidade que visa preservar a integridade física dos atletas.

As informações foram passadas pelo técnico Mitcho Bianchi que viu a decisão correta por parte da Confederação Paralímpica Brasileira (CPB) e Federação Aquática Paulista (FAP). “Hoje está em jogo a vida do ser humano. Então a decisão foi a mais correta possível”, disse Mitcho. “Acredito apenas que os decretos baixados pelo governo ao determinar as normas a serem obedecidas, faltaram algumas que beneficiasse os pequenos e microempresários”, afirmou. “Reafirmo: a decisão em suspender as atividades é correta. Faltou apenas mais clareza por parte do governo”, disse.

O treinador são-carlense lembrou que a Fundação Educacional São Carlos (Fesc) suspendeu temporariamente as atividades, local onde eram realizados os treinos das equipes de competição.

TEMPORADA COMPROMETIDA

A suspensão das atividades é por tempo indeterminado por parte da CPB. O Open Internacional que seria realizado de 23 a 28 de março em São Paulo, foi cancelado.

A seletiva regional do Circuito Caixa, bem como a primeira etapa do Campeonato Nacional Paralímpico foram suspensas e serão marcadas novas datas. Até mesmo os treinos da seleção brasileira de natação paralímpica também foram suspensas.

A FAP também suspendeu todas as atividades até o dia 5 de abril. Mas a paralisação pode ser estendida.

“É uma situação nova que o esporte brasileiro e mundial passa. Com a paralisação, quebra-se um ciclo de trabalho e quando voltarmos, tudo irá começar do zero”, garantiu Mitcho que prevê em 2020 complicado esportivamente.

“Sinceramente fico preocupado quanto aos Jogos Regionais, Abertos do Interior. Até mesmo quanto aos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. Afinal, se não há como ministrar treinos para os atletas, como formar equipes representativas? Este ano está comprometido. Esta é minha opinião”, finalizou o técnico são-carlense.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias