Menu
segunda, 01 de março de 2021
Esportes

Em dia de recorde de medalhas, revezamento mirim da Aquário/LCN/Bianchi estreia com ouro no peito

02 Out 2016 - 10h32
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Mais um final de semana perfeito para a equipe Aquário/LCN/Bianchi Sports. Sábado, 1, na piscina de 50 metros da Associação Esportiva Mocoquense, em Mococa, o dia foi repleto de pódios.

No Torneio Regional Pré-Mirim a Senior organizado pela Delegacia da 5ª Região da FAP (Federação Aquática Paulista), o time são-carlense bateu o recorde de medalhas, ao conquistar 28, sendo 20 de ouro, 4 de prata e 4 de bronze. A conquista mais expressiva até então era 27 pódios.

Mas as boas notícias não pararam por ai. O time que tem a parceria da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel), Fundação Educacional São Carlos (Fesc) e Cefer/Caaso/USP, estreou a equipe mirim feminina no revezamento 4 x 50m livre e conquistou a medalha de ouro. O time tem a presença de Mirella Colloca, Giovana Pegion de Paula, Júlia Costa e Valentine do Amaral. "Conseguimos um expressivo resultado com essas meninas que demonstraram muita competência e muito talento. Logo na primeira apresentação uma medalha de ouro para elas. Vale ressaltar ainda a presença da nadadora Valentine do Amaral que estreou na equipe e se enturmou muito rápido. Ela veio para agregar mais força e qualidade para a equipe", elogiou o técnico Mitcho Bianchi.

O torneio realizado em Mococa contou com a participação de 351 nadadores (203 mulheres e 148 homens), além de 21 clubes regularmente inscritos.

META ALCANÇADA

Dentro da estratégia traçada para o desafio do final de semana, Mitcho Bianchi salientou que a meta da Aquário/LCN/Bianchi Sports foi alcançada. "A expectativa era manter as conquistas, mas atingimos um novo recorde. Diante disso fico feliz pelo crescimento do grupo, pela união e disciplina. O trabalho está sendo mantido e todos os integrantes mantém o foco", garantiu o treinador.

APOSTA PERDIDA

Em Mococa, quem perdeu a aposta foi justamente o técnico Mitcho Bianchi que lançou um desafio para a equipe: se o recorde de 27 medalhas conquistadas anteriormente fosse quebrado, nesta segunda-feira, 3, o treino seria trocado por um jogo de pólo aquático. Caso contrário, se ganhasse a aposta, os nadadores teriam que 'pagar' um chocolate cada ao técnico.

"Felizmente perdi a aposta. Eles quebraram o recorde de medalhas, ganharam a aposta e nesta segunda-feira teremos um jogo de pólo aquático. Mas confesso: perdi a aposta e deveria estar triste. Mas não me contenho em felicidade", disse, com um ar de satisfação, o técnico Mitcho.

AS CONQUISTAS

Giovana Pegion de Paula

OURO - 100m borboleta, 50m borboleta e 50m costas

Mirella Colloca

OURO - 50m peito

PRATA - 100m borboleta e 50m livre

Larissa Derussi

OURO - 200m medley, 100m peito e 50m borboleta

Artur Elias

OURO - 200m medley

BRONZE - 200m peito

Gabi Angeli

OURO - 200m peito

BRONZE - 50m peito

Michael Bianchi

OURO - 50m borboleta, 50m livre, 50m costas, 100m borboleta

Ana Beatriz Triques

OURO - 50m peito

PRATA - 50m livre

BRONZE - 100m peito

Valentine do Amaral

PRATA - 50m costas

Rafael Costa

PRATA - 50m borboleta

BRONZE - 50m costas

Michel Santana

OURO - 50m costas

Lara Roberta Derussi

OURO - 50m costas, 50m borboleta, 200m costas

Revezamento mirim 4 x 50m livre

OURO - Mirella Colloca, Giovana Pegion de Paula, Júlia Costa, Valentine do Amaral.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias