Menu
quinta, 04 de março de 2021
Esportes

Elton, o garoto prateado na natação paralímpica de São Carlos

01 Jul 2016 - 06h09
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Exemplo de trabalho em parceria, aliado a muita superação, dedicação e humildade. Após dois anos de intensa preparação, os resultados apareceram. Multiplicados por quatro. Agora, Elton Joaquim de Souza, atleta ACD (atletas com deficiência) passa a ser o "garoto prateado" de São Carlos.

A façanha de Elton, que treina sob o comando do técnico Airton 'Mitcho' Donisete Bianchi, representa a Aquário/LCN/Bianchi Sports (que carrega a parceria da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Smel), Fundação Educacional São Carlos (Fesc) e Caaso/Cefer/USP) foi quatro vezes vice-campeão brasileiro ao conquistar medalhas de prata nos 50m livre, 50m costas, 100m livre e 200m livre na primeira etapa do Circuito Nacional Loterias Caixa realizado no Centro Olímpico, de São Paulo no último final de semana.

Elton e Mitcho não escondiam a felicidade e satisfação após as conquistas. O nadador ACD que compete na categoria S3 lembra que estava ansioso, pretendia lutar por boas colocações, mas não esperava conquistar quatro medalhas.

"Estou feliz. Ainda não coloquei os pés no chão. Não sei dizer ao certo o que sinto. É uma sensação gostosa, mas esquisita. Afinal disputei um campeonato brasileiro e estive no pódio", analisou o atleta da Aquário/LCN/Bianchi durante entrevista.

OLHO NO PASSADO, MAS FOCO NO FUTURO

Há dois anos, sob o comando de Mitcho Bianchi, Elton iniciava sua nova jornada, dedicando-se exclusivamente à natação. Disse que os espinhos, os desafios, os obstáculos foram muitos. "Muitas vezes pensei em parar. Não nego. O reconhecimento pelo nosso trabalho era pouco, dificuldades em ter patrocinadores e muitas pressões. Mas sempre tive o Mitcho ao meu lado me orientando e incentivando. Valeu a pena", afirmou.

Agora Elton é top na natação paralímpica brasileira. Ele custa a reconhecer tal mérito e desconversa.

"Chegar, cheguei. Agora que vai ser duro. Pois tenho que me manter nesta posição. Acho que vão começar as dores de cabeça", disse, com um sorriso no rosto.

O nadador são-carlense, ciente desses novos desafios, afirmou que a dedicação redobrará nos treinos. "Agora são novas metas, novo foco. Sinceramente não quero somente me manter nesta posição. A partir de agora vamos sonhar com algo maior. O primeiro passo é baixar meus tempos. Se vier uma vitória é consequência do meu trabalho", filosofou.

PAI TÉCNICO

Sobre essa nova fase que passa em sua carreira, Elton garante que a grande parcela deve-se ao seu técnico. "O Mitcho, na verdade, é meu segundo pai. Poderia dizer muitas palavras, mas não sou bom nisso. Então quero agradecê-lo e dizer 'muito obrigado'. Ele foi aquele pai chato nos treinos, que implicava e pegava no pé para eu fazer tudo direito. E o resultado está ai. Ele é um grande técnico, um grande homem. É meu pai adotivo", enfatizou. "Se cheguei até aqui é graças a ele, pois sempre buscava este objetivo, de me ver no pódio. Eu apenas alimentava a esperança. Obrigado", finalizou.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias