Menu
segunda, 16 de setembro de 2019
Série A3

Desportivo Brasil e Comercial vencem em rodada de empates

11 Fev 2019 - 08h17Por Redação
Desportivo Brasil e Comercial vencem em rodada de empates - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A 6ª rodada da série A3 foi marcada por muitos empates e pela chegada do Desportivo Brasil ao topo da tabela. Tudo começou na sexta feira a noite em Barretos, onde Barretos e Velo Clube ficaram no 0X0. Mesmo jogando fora de casa, o Galo Vermelho foi melhor e chegou mais vezes com perigo a meta barretense. Após o intervalo, a equipe da casa comandada pelo técnico Paulinho McLaren voltou melhor e equilibrou a partida, ficando mais próxima de abrir o marcador, mas o jogo terminou mesmo com o placar em branco.

Já no sábado, no José Liberati em Osasco, o Grêmio Osasco recebeu o Monte Azul. O jogo começou equilibrado, com o Monte Azul com maior posse de bola assustando o goleiro Charles, mas o Grêmio apostava nos contra ataques para tentar neutralizar o adversário. Mas foi mesmo os visitantes que saíram na frente. O lateral esquerdo Lucas em cobrança de falta, acertou uma bomba que tocou na trave e morreu no fundo da meta defendida por Charles. O Grêmio Osasco, teria apenas uma chance de gol no primeiro tempo, e não desperdiçou. Após cruzamento na área, Guly desviou para empatar a partida. No segundo tempo, Bruninho roubou uma bola na intermediária, entrou na área e bateu na saída de Caio para virar o jogo. Nem deu tempo de curtir a vantagem. O bom lateral Ferrugem deu um passe na medida para o zagueiro Tessio que curtia uma de atacante, cabecear forte e empatar novamente a partida. Em mais uma cobrança de falta, o Monte Azul chegou ao gol da vitória. Dessa vez com Caio Martins, na entrada da área. Placar final, Grêmio Osasco 2x3 Monte Azul.

O outro time de Osasco, o Audax, foi a Porto Feliz e também perdeu de virada por 3x2. O atacante Danrley abriu o marcador após vacilo da defesa do Dragão Chinês. Cinco minutos depois veio o empate. O goleiro Jeferson Romário saiu da área para disputar a bola e perdeu para Marcelo Campanholo que cruzou na cabeça de Glauco que com o gol vazio, acertou a trave, porém a bola sobrou para Luca Douglas empatar. O Audax fez mais um, mas foi anulado pela arbitragem, gerando protestos na saída para o intervalo. No segundo tempo, após cobrança de escanteio, a zaga rebateu e Pablo da entrada da área acertou de primeira, colocando o Audax na frente novamente. A zebra já trotava em Porto Feliz quando aos 49 do segundo tempo, Marcelo Campanholo aproveitou a péssima saída do goleiro do Audax e empatou a partida. Ainda em ritmo de comemoração, Alex recebeu na área e mandou para o fundo das redes e virou o jogo que terminou logo após sob protestos dos visitantes.

Em Capivari, o São Carlos ficou no 0x0 com o Capivariano e conheceu seu 100º empate na sua história. Mostrando uma nova postura, diferente daquela indolente mostrada pelo seu ex treinador, o time pressionou as saídas de bola do Capivariano e chegou algumas vezes ao ataque com uma boa atuação de Neto. O Capivariano arriscava em bolas alçadas na área e através de um chute de Douglas que Airon, fez excelente defesa. No segundo tempo, o Capivariano perdeu Cuadrado expulso após soltar o braço no rosto de Neto. Após isso, o são Carlos pareceu gostar do resultado e pouco fez para buscar a vitória. O Capivariano por sua vez se deu por satisfeito com o empate após ficar em desvantagem.

Já no domingo, em São Bernardo do Campo o Cachorrão recebeu o Primavera e também ficou no empate. O Primavera começou melhor, mas parava nas mãos do goleiro Wagner. O Bernô aproveitou que a equipe visitante não se adaptou com o gramado sintético e começou a dominar a partida. Aos 12 minutos, Vinícius cobrou escanteio na cabeça de Marcelo Augusto, que testou na trave. Raphael pegou a sobra e só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes de Filipi. No segundo tempo, o Primavera voltou mais ligado e após cobrança de lateral cobrado na área, a bola sobrou para Jhonatan que quase afundou o goleiro Wagner e empatou a partida. O São Bernardo ainda teve um jogador expulso e passou a segurar as investidas do Primavera, que por sua vez não foi competente para levar a vitória para Indaiatuba. O jogo ficou mesmo no 1x1.

Em Olimpia, o time da casa conseguiu contra o Taboão da Serra seu primeiro ponto no torneio. O time visitante comandou as ações, mas Diego Souza sesbarrou no goleiro Jeferson. Renan Morales teve a chance de abrir o marcador para o Olimpia, mas a bola passou rente a trave. Na segunda etapa, o Taboão melhorou e, de tanto insistir, conseguiu abrir o placar aos 19 minutos. Davi ganhou o fundo e cruzou na medida para Diego Souza, de cabeça, completar para o gol. O Olímpia não demorou para responder e apenas cinco minutos mais tarde, Robson recebeu cruzamento e não conseguiu finalizar porque foi agarrado por Marcelinho. O árbitro não teve dúvidas e marcou pênalti que o próprio Robson cobrou bem para deixar tudo igual e dar números finais ao jogo. Após a partida, o arbitro José de Araujo Ribeiro Junior relatou na súmula que teve seu vestiário invadido pelo presidente do Olimpia, fazendo ameaças aos integrantes.

Em Batatais, no Osvaldo Scatena, Batatais e Noroeste não saíram do zero apesar do jogo ter sido bem movimentado. O Norusca começou pressionando, mas logo o Fantasma dominou as ações e quase saiu na frente com um gol olímpico. Na segunda etapa foi a vez do Noroeste ser mais incisivo, porem parou na boa atuação do goleiro China. Com o passar do tempo, os atletas foram sentindo o calor e o jogou perdeu um pouco em mobilidade. No final, o empate acabou sendo justo

Para encerrar a rodada, o Comercial do técnico Edson Vieira conquistou a terceira vitória consecutiva e encostou de vez na liderança. A vítima da vez foi o Rio Preto que começou o jogo assistindo um verdadeiro bombardeio ao goleiro André Zuba. Com o passar dos minutos, o Rio Preto conseguiu se fechar e atacar o Comercial nos contra golpes, mas o Bafo sempre chegava com mais perigo. No segundo tempo, o Comercial manteve a pressão e de tanto insistir, Romarinho abriu o marcador. O Rio Preto teve a chance do empate nos acréscimos quando o goleiro Leandro Santos derrubou Vitor Mateus na área. Na cobrança do pênalti Jeferson Paulista parou no goleiro que se redimiu e manteve a vitória do Bafo.

Após a sexta rodada, o Desportivo Brasil passou a dividir a liderança com o Velo Clube com 14 pontos. O Comercial vem logo atrás com 13, seguido em 4º pelo Noroeste com 12 pontos. Com 11 pontos, Capivariano e Primavera dividem a 5ª posição. O Monte Azul é o sétimo com 10 pontos e o Barretos fecha o G8 com 8 pontos. Na zona de rebaixamento, o São Carlos permanece em 15º, seguido pelo Olímpia que conseguiu seu primeiro ponto no torneio. (Ednelson Simonetti)

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias