Menu
segunda, 01 de março de 2021
Esportes

Copa Evangélica: Apesar da campanha adversa, treinador da Maranata mantém otimismo

01 Set 2016 - 13h18Por Gustavo Curvelo (colaborador)
André Nazário: “esperava seis pontos em duas partidas”. Foto: Gustavo Curvelo/Divulgação - André Nazário: “esperava seis pontos em duas partidas”. Foto: Gustavo Curvelo/Divulgação -

A Maranata ainda não venceu nesta Copa Evangélica de futsal, mas o treinador André Nazário não perde a esperança. Acumulando um ponto em duas partidas - no empate em 5 a 5 contra a Pentecostal da Bíblia A -, o time ocupa o quinto lugar do Grupo 2 da elite do campeonato e está focado na reabilitação.

Prova disso é que, com relação à derrota para a Restaurando Vidas no último final de semana por 7 a 5, o comandante já analisa os pontos principais a serem corrigidos, bem como nas alterações do esquema utilizado para tentar surpreender o adversário.

"Tentamos implantar nosso ritmo de jogo na primeira partida e não conseguimos. Contra a Restaurando Vidas melhoramos. Rodamos a bola, conseguimos colocar todo mundo em quadra, mas temos muito mais a apresentar. São alguns detalhes que não encaixamos e precisamos rever os conceitos", avalia Nazário.

Os problemas são da ordem defensiva e ofensiva, mas nada a se preocupar em demasia. Isso porque, segundo o treinador, o time não está longe do ideal, sendo necessários treinamentos para recuperar os pontos perdidos, visando o G4 e a classificação para a próxima fase.

"Estamos com uma deficiência no sistema defensivo quando a bola passa da primeira e vai para a segunda linha do adversário. Está faltando corrigir sobretudo isto. Se conseguirmos, vamos evitar maiores riscos à nossa defesa e finalizar mais, aumentando consideravelmente nossa chance de vitória", disse o treinador.

Entretanto, o desempenho até o momento é considerado abaixo do esperado. Mas, apesar disto, a equipe, na visão de seu orientador, tem conseguido reagir bem ao longo das partidas.

"Eu confesso que esperava seis pontos em duas partidas pelo que fizemos de preparação e pelo entusiasmo de todo o grupo, mas na prática não foi bem assim. Por outro lado, saímos perdendo por 4 a 0 no último jogo e havíamos destacado antes que mesmo se estivéssemos numa situação adversa, como era o caso, não deveríamos nos abater, e sim correr atrás. Conseguimos isto e perdemos por 7 a 5, ou seja, houve uma evolução, e agora precisamos dar continuidade com treinamentos em busca das vitórias", finaliza André Nazário.

Com um ponto ganho, a Maranata volta a atuar apenas no dia 17 próximo, contra o Quadrangular São José, às 16h. O confronto está marcado para o ginásio municipal de esportes Aristeu Favoretto, bairro Redenção, com entrada gratuita.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias