Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Esportes

Com pés no chão, Águia pega a Votuporanguense

20 Mai 2016 - 13h17
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

A goleada em cima do Oeste por 4 a 0 faz parte do passado e o técnico Marcos Campagnollo quer os atletas do São Carlos com os pés no chão para o desafio das 10h deste sábado, 21, quando enfrenta a Votuporanguense pela terceira rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista sub20. A partida acontece no estádio municipal Professor Luís Augusto de Oliveira e a entrada é gratuita.

A situação é curiosa. O São Carlos vem de goleada por 4 a 0 em cima do Oeste de Itápolis. Já a Votuporanguense perdeu em casa pelo mesmo placar para o Fernandópolis, a quem o time são-carlense sofreu revés na estreia fora de seus domínios por 3 a 1.

"Depois disseram que o Fernandópolis é fraco", cutucou Campagnollo que vai manter a base da equipe que fez uma apresentação convincente diante do time de Itápolis.

A Águia jogará com Pedro; Carlos Augusto, Gabriel Borges, Gustavo e Matheus; Matheus Garrido, Rafael, Spernega, Jean e Diego; Pedro.

"Vi a equipe jogar muito bem contra o Oeste, mas esta não é ainda a formação ideal, mas é o ponto de partida para que eu possa chegar ao grupo ideal. O São Carlos está em ascensão e a perspectiva é que possamos render muito mais no campeonato", disse o treinador.

CADA JOGO É UMA HISTÓRIA

Contra o Votuporanguense o São Carlos vai manter a mesma forma de atuar e Campagnollo quer mais três pontos. Entretanto, experiente, sabe que cada jogo é uma história. "Não sabemos como foi a derrota do nosso adversário e trabalhar com atletas da base é complicado, pois a instabilidade é grande. Então deixo eles sempre na defensiva, nunca a vontade. Existe sempre a cobrança da seriedade e determinação. Meus atletas estão cientes das dificuldades e do que terão que fazer para buscar os três pontos", afirmou o treinador.

PRESSÃO

Zagueiro, o capitão Gabriel Borges disse ao São Carlos Agora que a Águia irá se impor diante do Votuporanguense e marcar sob pressão. "Não vamos desmerecer o adversário que vem de goleada, mas estamos em casa e a meta é vencer mais uma partida. Todos os atletas estão orientados a se doar o máximo e não dar chances para um resultado adverso".

O defensor são-carlense revelou que não sabe a forma como o adversário joga, mas durante a semana o grupo trabalhou forte com o intuito de não ter surpresas.

"Estamos preocupados somente com nosso time e trabalhar para crescer técnica e taticamente. Por este motivo estamos preparados para buscar mais uma vitória no campeonato", finalizou.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias