Menu
quarta, 12 de agosto de 2020
Prevenção

CBF adquire descontaminadores de ar desenvolvidos pelo IFSC/USP São Carlos

16 Jul 2020 - 07h39Por Redação
CBF adquire descontaminadores de ar desenvolvidos pelo IFSC/USP São Carlos - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) acaba de adquirir um número considerável dos novos descontaminadores de ar criados pelo Grupo de Óptica do IFSC/USP, sendo que as primeiras unidades estão já instaladas na sala de reuniões presenciais da presidência da CBF, no Rio de Janeiro, enquanto um elevado número de outras unidades estão sendo alocadas nos vestiários dos clubes para apoiar a realização dos primeiros jogos da temporada do campeonato brasileiro, que ocorrerão ainda sob a ameaça da pandemia.

Não só no futebol, mas em todas as outras modalidades, os atletas brasileiros precisam estar resguardados em relação à sua exposição e risco de contaminação da COVID-19. Os ambientes nos vestiários dos clubes são normalmente e adequadamente higienizados com os mais diversos produtos químicos, mas em vista da atual situação de pandemia, onde o ar é o elemento principal de preocupação, já que existe a circulação de muita gente que expele um aerossol que pode estar contaminado, perdurando durante bastante tempo, é necessário que haja uma ação que descontamine esses espaços fechados onde os atletas se preparam para entrar em competição.

Para o diretor do IFSC/USP, que também é o pesquisador que criou o equipamento, Prof. Vanderlei Bagnato “A contribuição da Universidade de São Paulo para os vários aspectos relacionados com a pandemia tem sido notável, com a criação de inúmeros equipamentos de descontaminação de instrumentos e ferramentas, de EPIs, etc. Temos feito isso com a capacitação que adquirimos com as nossas pesquisas. Mais recentemente, procurados pela CBF, disponibilizamos uma dessas soluções, mais concretamente na descontaminação de ambientes ligados ao esporte, e neste caso concreto ao futebol brasileiro. Dessa forma, nosso Instituto produziu o primeiro lote de equipamentos circuladores de ar para descontaminação de espaços fechados, que estão sendo utilizados pela CBF para apoio aos atletas no reinicio do campeonato nacional. A USP – que se disponibilizou a custear parte dos equipamentos , em parceria com a CBF, solicitou a construção das primeiras unidades aqui no IFSC, ação essa que está sendo feita através de uma empresa de São Carlos. O intuito é apoiar os atletas em todos os campeonatos que estão sob a responsabilidade da CBF”.

O equipamento apresenta um sistema de alta circulação de ar (150m3/15 minutos) com grande capacidade de descontaminação, atendendo a que o ar passa por reatores de UV de alta intensidade. Esses reatores não expõem, de maneira alguma, os atletas à radiação, sendo que somente o ar que passa por eles é que sofre a descontaminação. “Valorizar o esporte é preservar a continuidade da nossa vida, mesmo na pandemia”, conclui Bagnato. (Rui Sintra – IFSC/USP)

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias