Menu
segunda, 22 de julho de 2019
Série A3

Capivariano vence fora de casa e se aproxima das semifinais. Barretos e Comercial também abrem vantagem

08 Abr 2019 - 08h33Por Redação
Capivariano vence fora de casa e se aproxima das semifinais. Barretos e Comercial também abrem vantagem - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

As quartas de finais da série A3 começaram neste último final de semana. No sábado, Comercial e Barretos largaram na frente. Já no domingo o Capivariano surpreendeu o Monte Azul e o líder Velo Clube ficou no empate com o Audax.

No Estádio Fortaleza em Barretos, o Touro começou o jogo encurralando o Noroeste. Mandou uma bola na trave e teve um gol anulado antes dos 10 primeiros minutos.  Aos poucos o Noroeste dominou as ações na partida e perdeu boas chances com Pacheco e Leandrinho. O segundo tempo começou exatamente da mesma forma que havia começado o primeiro, com o Touro do Vale pressionando. Esta pressão se tornou vantagem logo aos 4 minutos após grande jogada pela direita a bola foi cruzada rasteira para Anderson Magrão que de letra abriu o marcador. A partir daí o Noroeste partiu para o ataque em busca do empate e ele veio aos 25 minutos quando após cobrança de lateral, a defesa do Barretos não acompanhou a marcação e a bola foi cruzada na área para João Campos testar e empatar o jogo. O Noroeste voltou a incomodar mas no contra-ataque a bola foi tocada duas vezes antes de sobrar para João Henrique na frente do goleiro Caio finalizar e dar números finais ao jogo. Final Barretos 2x1 Noroeste. O Norusca precisa abrir dois gols de diferença para se classificar enquanto para o Barretos o empate serve. Em caso de vitória por diferença mínima por parte do Noroeste, o classificado será decidido nos pênaltis.

Quase 4 mil pessoas estiveram no Palma Travassos para acompanhar Comercial x Desportivo Brasil. O Dragão Chinês começou melhor com Campanholo que entrou na área se livrou do goleiro e bateu para o gol, porém Mizael apareceu e salvou o Bafo. A partir daí, parecia jogo de um time só. O Leão teve pelo menos quatro oportunidades reais de gol, mas pecava na conclusão. O desportivo Brasil chegou mais uma vez no comecinho da segunda etapa através de um chute de longe que levou perigo. O Comercial sempre esteve melhor no jogo e perdeu mais duas oportunidades com Caio Vieira e Erik Bessa. Aos 35 minutos do segundo tempo, o Desportivo errou numa saída pelo lado direito. O lateral Cortez roubou a bola, tabelou e cruzou para Caio Vieira que matou no peito e a bola subiu. Os dois marcadores do Desportivo se atrapalharam e o goleiro Eder teve que sair com o pé, porem o chute dele encontrou o volante Leonai, na entrada da área que acertou um foguete no ângulo esquerdo do goleiro que não teve tempo nem para torcer para a bola não entrar após pegar no travessão. O Dragão foi para o desespero e não teve qualidade para se quer tentar o empate. O jogo ficou mesmo no 1x0 e a vantagem do empate mudou de lado. 

Em Monte Azul Paulista, o grande personagem do jogo foi o árbitro senhor Rodrigo Gomes Paes Domingues. O jogo começou com o Monte Azul buscando criar oportunidades pelo lado direito com o lateral Ferrugem. O time da casa aproveitava a velocidade para acuar o Capivariano que estava errando muito. Porem aos 35 minutos o maior erro de todos. Após cruzamento de escanteio, o homem do apito viu um pênalti após empurrão dentro da área. O curioso foi que nem os jogadores do Capivariano pediram a marcação e mesmo assim ele assinalou. A marcação gerou revolta dos jogadores, comissão técnica e até gandulas que precisaram de intervenção policial para deixarem o gramado. Depois de alguns minutos, Lineker cobrou bem e colocou o Capivariano em vantagem. No intervalo, mais protestos pra cima da arbitragem que quase teve seu vestiário invadido por torcedores do Monte Azul. Abatido com a forma que levou o gol, o Monte Azul pouco acertou na segunda etapa e o Capivariano só teve o trabalho de segurar a vantagem e leva-la para o segundo jogo em Capivari.

Em Osasco, Audax e Velo Clube não saíram do 0x0. O Velo Clube foi o detentor das rédeas do jogo, porem o medo de sofrer um gol era maior do que a vontade de marcar. No segundo tempo, o time de Rio Claro esteve por mais tempo com a bola no ataque porem pouco conclui a gol.  Os treinadores fizeram alterações para deixar as equipes mais ofensivas, mas foi em vão. O resultado que mais parecia agradar mesmo era o empate sem gols. E foi o que aconteceu.

As equipes voltam a campo no próximo sábado, dessa vez com os mandos invertidos. As 15:00 o Desportivo Brasil receberá o Comercial em Porto Feliz. As 17:00 o Capivariano terá o Monte Azul pela frente na Arena Capivari. Um pouco mais tarde, as 18:00, o Noroeste tentará reverter a vantagem do Barretos em Bauru e as 19:00 o Velo Clube receberá em Rio Claro o Audax. (Ednelson Simonetti)

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias