Menu
quarta, 20 de outubro de 2021
Uma garota esperta...

Cachorra Nina, de São Carlos, é prata no Open das Américas de Agility

22 Abr 2019 - 08h33Por Marcos Escrivani
Cachorra Nina, de São Carlos, é prata no Open das Américas de Agility - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A cachorra Nina, 5 anos e da raça Bordier Collie conquistou a medalha de prata no Open das Américas de Agility, um torneio internacional que reuniu participantes do Continente Americano no período de 11 a 14 deste mês, em Itu/SP.

Nina competiu com seu proprietário, Rubens Cesar Crnkovic na categoria Standard, ao lado de outros 64 cães e a fêmea são-carlense conquistou a medalha de prata.

“A Nina é uma Bordier Collie bem premiada desde 2014, quando começou a competir em torneios estaduais e nacionais”, disse César, salientando que os torneios de agility não são muito conhecidos.

“Os torneios são onde os cães realizam um percurso e tem que superar vários obstáculos, como saltos em altura e à distância, muro, passarela, rampa ‘A’, gangorra, túneis, pneu e slalom e são dispostos em distâncias que variam de 5 a 7 metros”, disse César. “É feito em velocidade e o ganhador tem que concluir no menor tempo possível e ainda, se conseguir, não cometer penalidades”, comentou, salientando que a competição é dividida em categorias (porte dos cães) bem como o grau de dificuldades.

DEDICAÇÃO DIÁRIA

Cesar afirmou que os treinos com Nina são praticamente diários e aproximadamente uma hora por dia, que são revezados entre dois cães de sua propriedade. “Normalmente são cinco vezes por semana. E é uma satisfação poder conquistar um troféu ao lado dela. A dedicação a esta modalidade esportiva é grande e ao mesmo tempo uma terapia com nossos melhores amigos. É pura diversão”, garantiu. “Paralelamente proporcionamos qualidade de vida para o cão que se exercita e brinca, pois sabe que sempre irá ganhar um brinquedo”, emendou, salientando que há mais de 20 anos dedica-se ao agility.

“Faço por hobby. É uma terapia. Poder ter a Nina, hoje, ao meu lado, todos os dias, quando retorno para minha casa após um dia de trabalho, é um santo remédio. Uma alegria imensa. Sem dúvida, uma grande e inseparável amiga”, finalizou Cesar.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias