Menu
quarta, 08 de dezembro de 2021
Força no braço

Atleta são-carlense bate dois recordes no Troféu Brasil Master de Atletismo Master

Alessandro Costa Rosa foi medalha de ouro no arremesso do peso e do disco; competição foi realizada em Cascavel/PR

24 Nov 2021 - 08h17Por Marcos Escrivani
Alessandro é dono de dois recordes brasileiros na categoria master - Crédito: DivulgaçãoAlessandro é dono de dois recordes brasileiros na categoria master - Crédito: Divulgação

O atleta são-carlense Alessandro Costa Rosa, de 50 anos, bateu dois recordes brasileiros e consequentemente conquistou duas medalhas de ouro no Troféu Brasil Master de Atletismo, realizado no dia 10 de outubro, no Centro Nacional de Treinamento de Atletismo em Cascavel/PR

Alessandro, que compete pela Associação São-carlense de Atletismo (ASA) cravou 14,40 metros no arremesso de peso e 51,62 metros no arremesso de disco.

Em entrevista ao São Carlos Agora, o são-carlense disse após as conquistas que é um atleta da categoria adulto e apesar da idade compete ao lado de atletas mais jovens do Brasil.

“Mas existe a categoria master que é uma competição que divide os atletas por idade e essa divisão é feita de cinco em cinco anos. Da categoria de 45 a 49 eu tenho dois recordes (peso e disco) e neste ano eu troquei de categoria. Estou na de 50 a 54 e estabeleci mais dois recordes no mês de outubro em Cascavel (peso e disco). Estou agora com a ambição de bater o recorde sul-americano no disco que é a prova que eu sou mais forte. Estou otimista, pois já fiz marca superior ao recorde nos meus treinos”, afirmou.

Alessandro vai estar presente na competição sul-americana, o XVI Grand Prix Mercosul de Atletismo Master, que acontece nos dias 10, 11 e 12 de dezembro na Sogipa, em Porto Alegre/RS.

SEM PATROCÍNIO

Alessandro é treinado por Maradona, hoje responsável pela ASA que está sem patrocinador. Ao SCA, o técnico são-carlense revelou que o time passa por dificuldades, já que custeia as despesas dos atletas que, em sua maioria, são de origem carente e treinam com dedicação para representar São Carlos.

“A ASA sempre foi uma equipe de referência no atletismo nacional representando São Carlos, mas depois de 25 anos de patrocínio da Tapetes São Carlos, esse ano ficamos sem a parceria e isso fez com que a equipe dependesse apenas de recursos públicos e essa falta de patrocínio fez com que esse ano nossos atletas participassem em poucas competições”, salientou ao afirmar que os atletas estão indo com recursos próprios para os eventos. “Todos têm auxilio do bolsa atleta municipal. Mas é insuficiente”, comentou.

O técnico disse que a equipe busca parceiros e interessados podem entrar em contato pelo fone (Whats) (16) 99709-1728.

“A marca do patrocínio vai estar presente em competições da FPA (Federação Paulista de Atletismo), da CBAt (Confederação Brasileira de Atletismo), Jogos Regionais, Abertos, corridas de rua (as principais do Brasil), além de eventos feitos pela ASA em nossa cidade. Também fazemos um relatório financeiro pelo contador e um relatório de atividades, tudo na maior transparência”, referendou.

Segundo Maradona, a ASA é uma equipe muito forte no master, por exemplo. “Nosso técnico Paulo César Paiutto sagrou-se campeão mundial nos 800m (em 2018) e nosso atleta Alessandro Costa Rosa e recordista brasileiro no lançamento do disco e arremesso do peso e busca o recorde sul americano no lançamento do disco”, finalizou.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias