Menu
segunda, 21 de junho de 2021
Atletismo

Atleta da ASA/Tapetes é bronze no Brasileiro sub-20

Lucca Campbell Simões, de apenas 17 anos, em seu ano de estreia se coloca na elite da modalidade no Brasil

24 Mai 2021 - 09h11Por Marcos Escrivani
No pódio (esquerda), Lucca comemora o bronze no Brasileiro sub-20 - Crédito: DivulgaçãoNo pódio (esquerda), Lucca comemora o bronze no Brasileiro sub-20 - Crédito: Divulgação

No retorno das atividades esportivas, São Carlos mostra que os “talentos da terra” estão em alta e no atletismo, Lucca Campbell Simões, de apenas 17 anos, deu o seu recado no Campeonato Brasileiro sub20, realizado de 20 a 23 maio, na cidade de Bragança Paulista.

Após duas excelentes apresentações, sob a orientação do técnico (e pai) Herbert Gustavo Simões, Lucca conseguiu a medalha de bronze nos 400m sobre barreiras (e confirmação do índice para o Troféu Brasil) e 6º lugar nos 110m sobre barreiras.

Animado com as conquistas, via WhatsApp Lucca disse ao São Carlos Agora que as metas foram atingidas para o seu debut na categoria em provas que reuniu a nata do atletismo sub20 brasileiro. Nos três dias, a cidade recebeu aproximadamente 750 atletas.

“Mas tudo foi sem público e só entraram no estádio onde estava a pista de atletismo, os competidores. Havia um rígido protocolo de segurança, tal como em competições europeias. No atletismo, o Brasil mostra evolução e considero este torneio um sucesso absoluto”, disse Herbert, salientando que a CBAt tem novo comando, sendo presidida pelo ex-atleta Wlamir Motta.

Com relação a competição, Lucca deixou seu parecer. “Competi na sexta-feira (21), quando consegui o bronze nos 400 com barreiras, e no domingo, sendo o 6° colocado nos 110 com barreiras. Quanto ao balanço geral da competição, acho que foi ótima no que tange minha participação, já que ainda é meu primeiro ano na categoria sub-20 e que poucos barreiristas conseguiram melhorar suas marcas mesmo com o aumento na altura das barreiras (coisa que eu consegui fazer nas duas provas). Quanto às minhas expectativas para essa competição que passou, foram sim atendidas, uma vez que sempre sonhei com um pódio em campeonato brasileiro, porém ainda quero melhorar mais”, relatou. “Com esse meu resultado, estou muito animado e motivado para as próximas competições e regimes de treino. Tenho como objetivo ser melhor a cada dia e gosto de pensar que o resto é consequência”, emendou.

Além do pai (e técnico), Herbert, Lucca contou com o apoio da mãe Carmen Campbell (mãe fisiologista e acupunturista), Pietra (irmã barreirista sub16, a 2ª melhor atleta do Brasil em 2020 na categoria).

ALÉM DAS EXPECTATIVAS

Ao SCA, Herbert garantiu que Lucca superou as expectativas, já que estreou em uma categoria onde os adversários tinham em sua maioria, 20 anos. “Sem contar que, mesmo com a pandemia, que atrapalhou a preparação de todos os atletas, o nível técnico do campeonato foi de alto nível e ver o Lucca ser finalista (e medalhista em uma delas) nas provas, é gratificante”, salientou, lembrando que ele confirmou o índice para o Troféu Brasil (adulto). “Assim ele está bem ranqueado no Brasil e melhorou significativamente os seus tempos”, completou.

Agora Lucca volta a atenção para a próxima competição que será justamente o Troféu Brasil. “Este evento não estava no planejamento, mas vamos trabalhar para que ele melhore sua marca pessoal. Mas sem pressão e gerar expectativas. Considero que o atletismo é para educar e ensinar habilidades para os jovens e buscar na vida ter disciplina, foco e resiliência. Desta forma a vida dirá até onde ele pode chegar. Nossa meta é a autossuperação e baixar os tempos gradativamente. Os resultados são consequência do trabalho”, finalizou Herbert.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias