Menu
domingo, 27 de setembro de 2020
Exemplo de vida e superação

Após abandonar esporte, são-carlense retorna com força redobrada e foca eventos importantes no muay thai

11 Ago 2020 - 06h29Por Marcos Escrivani
Após abandonar esporte, são-carlense retorna com força redobrada e foca eventos importantes no muay thai - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

O são-carlense Henrique Hooligan Arcanjo, 25 anos, está de volta. Após abandonar o esporte por motivos diversos, além de cuidar dos seus quatro irmãos, ele retorna com força redobrada e focado treina forte, obedecendo todos os protocolos de segurança, para voltar a competir em alto rendimento a partir de 2021 no muay thai. Antes disso, tem como objetivo realizar um intercâmbio na Tailândia, país considerado ‘berço’ da modalidade esportiva.

Henrique tem uma história de vida baseada na superação. Com 15 anos começou artes marciais e aos 17 anos, a convite de um amigo passou a competir e lutar. Aos 18 anos ingressou no serviço militar e serviu em Pirassununga no 13° RCMec Exército Brasileiro, sendo que aos 19 anos prestou concurso para tentar ingressar na Polícia Militar com o objetivo de continuar seguindo a carreira.

Porém retornou às artes marciais, quando passou a competir pela equipe do antigo Clube de Lutas onde conquistou diversos títulos regionais.

Quando tinha 23 anos se tornou pugilista passou a treinar e competir pela escola de boxe ADPM, tendo como técnico Valdelei Sales.

Henrique tem uma história de vida marcante. Por um período abandonou as atividades esportivas e neste período, com uma vida simples, passou a cuidar dos seus quatro irmãos. “Foi uma fase ruim em minha vida. Segundo um psicólogo, passei por um colapso mental. Tive problemas com alcoolismo, fiquei depressivo e cheguei a tentar contra a própria vida”, disse o lutador em entrevista ao São Carlos Agora.

Porém após um período conturbado em sua vida, Henrique continua a cuidar dos seus amigos mas, incentivado por amigos, buscou forças para um nova fase no “novo normal” que se aproxima devido a pandemia da Covid-19.

Orientado pelos treinadores Anderson Machado e Ronildo Moura, começou a treinar na King Muay Thai junto a equipe de competidores. “A gente obedece todos os protocolos de segurança e treino sozinho”, disse, salientando que as atividades são em alto rendimento. “Estou mais empenhado e determinado. Treino todos os dias com muita dedicação e disciplina. Essa semana retorna as suas aulas de natação para ajudar melhorar no meu preparo físico”, conta o atleta, que pertence a categoria meio-pesado.

FOCO NO FUTURO

Otimista e garantindo ter bala na agulha, Henrique afirmou que pretende ir longe no muay thai e sonha em disputar a médio prazo, competições importantes no Brasil e no exterior. “Vou me preparar para buscar títulos expressivos nesta modalidade esportiva e meu otimismo aumenta devido ao incentivo que recebo de vários amigos que estenderam a mão e me ajudam”, comentou.

O primeiro passo para que busque notoriedade no muay thai acontecerá em 2021, quando o são-carlense irá tirar seu passaporte com objetivo de ir para a Tailândia fazer um camp training na 13 Coins Gym junto com seu amigo, lutador profissional de MMA e professor de muay thai, Thiago Torres.

Posteriormente Henrique tem como meta ir para Estados Unidos treinar com seu também amigo e faixa preta de jiu jitsu Henrique Rossi também são-carlense que reside em Plano (Texas).

“Graças ao carinho dos amigos, me sinto motivado novamente para mostrar minhas qualidades e pretendo participar de grandes eventos. Reconheço a importância dos amigos e através deles é que reunimos forças para buscar sonhos grandiosos em nossa carreira”, finalizou o lutador são-carlense.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias