Menu
quarta, 21 de abril de 2021
Esportes

A3: 6ª rodada termina com queda do líder em Barretos e dois técnicos desempregados

05 Fev 2018 - 07h25Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

A 6ª rodada da Série A3 do Campeonato Paulista, começou em Indaiatuba na manhã do sábado, 3, onde Atibaia x Velo Clube de poucas chances, debaixo de um forte sol. Porém aos 45 minutos do 2º, em escanteio cobrado pela direita, o zagueiro Danilo apareceu sozinho no primeiro pau e cabeceou forte na trave, fazendo com que a bola corresse sobre a linha e sobrasse limpa para o que o xodó da torcida, Tavares fizesse Atibaia 1x0 Velo Clube.

Em Guaratinguetá, mais uma derrota do Manthiqueira.  Apesar do resultado, o goleiro da Portuguesa Santista, o são-carlense Rodrigo Calchi foi um dos destaques do jogo.  Mesmo sendo pressionada, a Briosa abriu o placar após confusão na área. O goleiro Pedrão acabou rebatendo uma bola nos pés de Anderson Magrão que guardou. Logo depois, o jogo foi interrompido devido a forte chuva que caiu sobre o Vale do Paraíba. No segundo tempo, a Laranja Mecânica pressionou até conseguir igualar o marcador com Lucas Lima (não aquele) num belo chute colocado de fora da área. O Manthiqueira mal teve tempo de comemorar. Na jogada individual de Wendel, que levou até a linha de fundo e cruzou para trás, Fabricio Tozi enfiou o pé sem chances para Pedrão e definiu a vitória do time da Baixada.

O Rio Preto penou para vencer o fraco time do Mogi Mirim por 2x1. O primeiro gol foi marcado por Édipo que recebeu passe dentro da pequena área e só teve o trabalho de escorar para o gol defendido por Hotton, que nada pode fazer. O Mogi empatou com seu o artilheiro Robinho em cobrança de pênalti. Aos 40 do segundo tempo, o técnico Álvaro Gaia do Mogi teve uma crise de hipertensão e precisou ser encaminhado para um hospital. O jogo ficou parado por 8 minutos e no seu reinicio, Jeferson Paulista deu números finais ao receber livre e concluir para o gol.

Em São Carlos teve de tudo. Logo aos 5 minutos, Renatinho cruzou rasteiro para Wallace abrir o marcador para a Águia da Central. O MAC chegou a marcar com Du Gaia aos 20 minutos, mas teve o seu gol anulado de maneira duvidosa pelo bandeira. Após pressão dos jogadores do MAC sobre o auxiliar, o árbitro chamou para si a responsabilidade e validou o gol. Porém, percebendo a falta de firmeza do homem do apito, jogadores do São Carlos foram pressionar o Sr Edson Alves da Silva, que mais uma vez amarelou e voltou atrás na sua decisão.  Após essa parada, o técnico Ferreirão colocou o MAC para marcar a saída de bola do São Carlos e aí se deu bem. Num cruzamento sem nenhuma pretensão, a bola bateu no zagueiro Carlão e foi para o fundo do gol de Wagner. Ainda no primeiro tempo, após bola rebatida na área, a bola rebatida na área sobrou para Viola, que encheu o pé no ângulo do goleiro Gilson. A partir daí, o agora ex técnico Edson Vieira, começou a dar seu showzinho. Passou o final do primeiro tempo discutindo e ofendendo os torcedores que pagaram ingresso e criticavam o fraco desempenho do time. Tal atitude, deve ter feito ele esquecer que ainda tinha o segundo tempo e logo no inicio, estava evidente que levaria um baile do técnico Luiz Carlos Ferreira, tamanha a sua passividade no banco de reservas. Logo aos 8 minutos, Du Gaia empatou de cabeça, após cruzamento da esquerda. O time da casa aparentava estar cansado além de muito abatido. Perdeu duas chances claras e no final do jogo foi castigado com um belo voleio do camisa 18 Thiago Santos que decretou a única vitoria do MAC no campeonato. Após o jogo, o técnico Edson Vieira entregou seu cargo, alegando vários motivos, menos as suas falhas, como já era esperado.

E para fechar o sábado, o Capivariano ganhou mais uma vez e mais uma vez de virada. Dessa vez o jogo foi contra o Rio Branco em Santa Bárbara d'Oeste. O Tigre chegou as redes logo no primeiro minuto de jogo. O veterano zagueiro Bernardi subiu de cabeça após escanteio e fez 1x0. Após o gol, o que se viu foi um bombardeio para cima do goleiro Neto do Rio Branco. Logo no inicio do segundo tempo, a historia se repetiu. Porem para o lado contrario. O zagueiro Gutierrez aproveitou que o atacante Erik mamadeira escorou um cruzamento e desviou para o gol de Neto. Quinze minutos depois, Luis Paulo foi isolar a bola da área do Tigre e ela amorteceu em seu companheiro Bill na entrada da área, ficando fácil para Marques de chapa, colocar no canto do goleiro de Americana. Final, Rio Branco 1x2 Capivariano.

No domingo de manhã, a rodada prosseguiu em Monte Azul Paulista. O time da casa recebeu o Taboão da Serra e saiu na frente logo aos 13 minutos, após cruzamento rasteiro de Juca que encontrou livre o ex jogador do São Carlos Bruno Ceará para fazer 1x0. O Taboão empatou no segundo tempo com Diego Souza, pegando a sobra de uma bola na trave. O empate frustrou as expectativas do Monte Azul, que acabou deixando escapar a chance de chegar a vice liderança. (Ednelson Simonetti, colaborador)

Em Bebedouro, a Matonense recebeu o Grêmio Osasco e se deu mal. Elton de pênalti, fez 1x0 logo no inicio da partida. Apresentando um futebol sofrível, o time de Matão pouco incomodou o Grêmio que aos 42, ampliou a vantagem com Danrley. Num dos raros acertos, Rodrigo conseguiu diminuir para a Matonense, porém logo em seguida, Danrley fez 3x1 para o time de Osasco. A partir daí, foi tudo ou nada. A Matonense pressionou mesmo após chegar ao segundo gol com Pedro, mas o placar ficou nisso. Matonense 2x3 Grêmio Osasco

Em Olímpia, o time da casa novamente perdeu em seus domínios. Dessa vez para o União Barbarense que não sabia o que era fazer gol desde a 3ª rodada. A vitoria do Leão da 13 começou a ser construída com Igor, que pegou o rebote do goleiro Vinicius e empurrou para as redes. O Olímpia empatou com Malcon, após cruzamento de Max Pardalzinho. No segundo tempo, Jean Natal cobrou falta de forma perfeita. Abola tocou na trave e entrou, decretando a primeira vitoria como visitante do time de Santa Bárbara d'Oeste. Após a partida, o técnico Odirlei Mauer entregou o cargo. Lembrando que ele já havia substituído José Galli Neto.

Em Barretos, o time da casa derrubou o líder Noroeste. Logo no inicio do jogo, Gabriel Barcos após sofre pênalti do goleiro Ferreira, converteu a cobrança e colocou o Touro em vantagem. Após o gol, o Noroeste pressionou bastante, mas parou na excelente atuação do goleiro William. No finalzinho da primeira etapa, Guilherme após escanteio, testou firme a bola no canto de Ferreira e fez 2x0. No segundo tempo, como já era esperado o Noroeste voltou pressionando e após rebote de William, Gabriel Esteves diminui para o time de Bauru. No finalzinho do jogo, quando o Noroeste era todo ataque, o Barretos saiu em contra ataque puxado por Gustavo que chegou sozinho na cara do gol e chutou na trave. Zezinho, recém saído da várzea de Barretos, fez o 3º gol e foi muito festejado pelo publico que compareceu no Estádio Fortaleza.

A rodada se encerrou sem emoções no domingo a noite, no Estadio Baetão em São Bernardo do Campo. O São Bernardo ficou no 0x0 com o Desportivo Brasil, num jogo sem muita emoção. 

CLASSIFICAÇÃO

http://media.saocarlosagora.com.br/_versions_/uploads/clas_a3_6_rodada_b620.jpg

(Fonte: Futebol Interior)

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias