Menu
segunda, 19 de abril de 2021
Entretenimento

UFSCar abre exposição sobre o Cerrado nas estações Ecológica e Experimental de Itirapina

01 Mar 2018 - 17h08
Foto: Júnior César - DeAC/BCo - Foto: Júnior César - DeAC/BCo -

A partir de hoje, 1º, a Biblioteca Comunitária (BCo) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) apresenta a exposição "Os Frutos da Estação", que reúne registros fotográficos feitos por estudantes e docentes do curso de Gestão e Análise Ambiental da Universidade, mostrando as peculiaridades de ambientes de Cerrado. A exposição é um dos resultados do projeto de extensão "Os frutos da estação: divulgação de flora, fauna, ambiente do Cerrado da Estação Ecológica e da Estação Experimental de Itirapina", que teve como principal objetivo divulgar essas áreas protegidas.

De 2015 a 2017, foram realizadas viagens de estudo às estações Ecológica e Experimental de Itirapina, geridas pelo Instituto Florestal de São Paulo, que conservam áreas protegidas significativas de Cerrado, com predomínio de ambientes campestres e savânicos. "As atividades das viagens didáticas foram integradas às disciplinas Biogeografia e Geologia Ambiental, ministradas no primeiro ano do curso de Gestão e Análise Ambiental da UFSCar. As viagens foram uma forma de integrar o conhecimento dessas matérias em campo, com atividades práticas", explica Denise Balestrero Menezes, coordenadora do projeto de extensão criado a partir das viagens.

Os estudantes e docentes disponibilizaram seus registros fotográficos para materiais de divulgação, e parte está na mostra na BCo, visando explorar toda a diversidade de fauna, de flora e do meio físico do Cerrado, bem como apontar o olhar da comunidade acadêmica para a sua preservação. Hoje, o Cerrado abriga mais de 10 mil espécies de plantas e grande diversidade de outros organismos. Próxima a São Carlos, a Estação Ecológica de Itirapina preserva áreas de Cerrado ricas em frutas e flores, além de espécies da fauna aquática e terrestre, algumas das quais estão ameaçadas de extinção.

As atividades do projeto foram realizadas em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão (ProEx) da UFSCar e com gestores das estações. Além de Menezes, participaram da iniciativa os docentes Leonardo Maurici Borges, do Departamento de Botânica (DB), e Sônia Buck, do Departamento de Ciências Ambientais (DCAm); o gestor do Instituto Florestal Paulo Henrique Rufino; e quatro estudantes do curso de Gestão e Análise Ambiental da UFSCar: Jackson de Souza, Maria Vitoria Baptista, Mayna Ferraz dos Santos Brandão e Milena Ricco dos Santos.

A mostra é gratuita, aberta a todas as pessoas interessadas, e pode ser visitada até o dia 31 de março, no piso 2 da BCo, área Norte do Campus São Carlos, de segunda a sexta-feira, das 8 às 22 horas, e aos sábados, das 8 às 14 horas. Mais informações sobre a exposição podem ser obtidas com o Departamento de Ação Cultural (DeAC) da BCo pelo e-mail acaocultural.bco@ufscar.br ou pelo telefone (16) 3351-8275.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias