Menu
terça, 02 de março de 2021
Entretenimento

TVE apresenta especial sobre a dupla Chitãozinho e Xororó

10 Fev 2016 - 06h23
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Nesta quinta-feira, 11, o programa Moda de Viola, da TVE São Carlos, apresenta um especial sobre Chitãozinho e Xororó, a mais famosa dupla brasileira de todos os tempos, dotada de raríssima combinação vocal e afinação, e que contribuiu bastante para vencer o preconceito que havia contra a música sertaneja.   

O programa Moda de Viola, da TV Educativa de São Carlos (canal 12 da Net ou 48 em UHF), vai ao ar toda quinta-feira, das 19h20 às 19h50. A edição desta semana, dia 11/02, terá dados biográficos dos irmãos Chitãozinho e Xororó e vídeos da dupla cantando as músicas: Cheiro de Relva, O Mineiro e o Italiano, Fogão de Lenha, Obras de Poeta, No Rancho Fundo e A Majestade o Sabiá. Terá também a declamação da letra de Terra Tombada, por José Angelo, o apresentador do programa, além de uma entrevista exclusiva realizada com a dupla, quando da sua participação no show das Galvão, realizado em 29/01/2016, na Oasis Eventos, em São Carlos.

Na pequena cidade de Astorga, nasceu José de Lima Sobrinho, o Chitãozinho, em 5/05/1954. E depois, Durval de Lima, o Xororó, em 30/09/1956. Mas eles passaram a infância em Rondon, também no Paraná, morando na colônia de uma serraria.

Em casa, os pais cantavam em dupla. Antes, em São Paulo, o pai tinha sido parceiro de João Mineiro, que depois se consagrou na dupla João Mineiro e Marciano.

Com 11 e 9 anos, Chitãozinho e Xororó começaram a cantar no Clube de Rondon, que tinha um concurso de calouros aos domingos. Já em São Paulo, para onde a família se mudou em 1967, os Irmãos Lima, como eram chamados, ganharam uma eliminatória no Show de Calouros de Sílvio Santos, na Globo, cantando a música Besta Ruana, sucesso de Tonico e Tinoco.

Depois receberam o apoio do radialista Geraldo Meirelles, que incluiu a dupla na sua caravana de shows. Aliás, foi Geraldo Meirelles quem mudou o nome artístico para Chitãozinho e Xororó, usando o título de uma música caipira. No início, eles ficaram contrariados, mas depois se renderam à força desse nome.

O primeiro LP tinha a música Galopeira e foi gravado em 1970. Depois de alguns sucessos, como 60 Dias Apaixonados, de 1979, a grande virada da dupla ocorreu em 1982, com a música Fio de Cabelo, do oitavo disco, que vendeu um milhai e quinhentas mil cópias.

Chitãozinho e Xororó foi a primeira dupla sertaneja com trilha sonora de novela de TV. Foi em Tieta, em 1989, com a regravação, com nova roupagem, da música No Rancho Fundo, lançada originalmente em 1930.

Chitãozinho e Xororó apresentaram vários programas de TV, começando pelo SBT em 1986. Depois na Globo, na Record, e de novo no SBT.

Já foram lançados dois livros biográficos sobre a dupla: 1º) Chitãozinho e Xororó - Nascemos para Cantar, de 2002, autoria de Ana Lúcia Neiva; 2º) Chitãozinho e Xororó 40 anos - Talento Pioneirismo e Sucesso, de 2011, autoria de Stefan Gan.

Num repertório que vai de MPB a músicas pop, como Evidências, incluindo muitos clássicos da sertaneja raiz, já são mais de 400 músicas gravadas, em 36 discos e oito DVDs. E mais de seis mil shows realizados. 

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias