Menu
quinta, 06 de maio de 2021
Entretenimento

Sesc traz homenagem a Chico Buarque e Dona Ivone Lara

Grupos Conversa de Botequim e Samba da Antiga montaram repertório cronológico com a obra dos compositores brasileiros

10 Ago 2012 - 11h52
0 - 0 -

O final de semana no Sesc São Carlos acontece uma dupla homenagem a ícones da música brasileira através do samba. Os grupos Conversa de Botequim e Samba da Antiga se apresentam com repertório baseado nas obras de Chico Buarque e Dona Ivone Lara.

O projeto começa hoje, sexta-feira (10/08) com o Conversa de Botequim trilhando os caminhos traçados por Chico Buarque com sambas que marcaram a carreira do compositor carioca, às 20 horas. No domingo (12/08) é a vez do Samba da Antiga desfiar o rosário as canções da Dama do Samba que acaba de completar 90 anos. O show será ás 15h30.

Segundo Gustavo Rodrigues, líder do grupo Conversa de Botequim, no repertório normal do grupo sempre houve muitas músicas de Chico Buarque. Ele sempre foi um dos compositores preferido de todos nós", afirmou.

Rodrigues disse que procurou mesclar sambas de sucesso com "A Rita", "Apesar de Você", entre outras com músicas menos conhecidas como "De volta ao Samba" e "Grande Hotel". "O show segue uma ordem cronológica, passando pela era dos festivais, a bossa nova, o período da censura até os dias atuais", informou.

O grupo Conversa de Botequim é formado por músicos de São Carlos e Araraquara e tem como propósito pesquisar e aprofundar-se no amplo mundo da música brasileira, destacando-se na área do samba, choro e bossa-nova. A formação para o show será com Gustavo( pandeiro e voz), Carrapicho (violão e vocais), Elói (bandolim e vocais) Rick (percussão geral e vocais) e Arthur (bateria),

O líder do grupo Samba da Antiga, Antônio Carlos Leme afirmou que o projeto surgiu quando começou a pesquisar as obras dos grandes

mestres do samba popular brasileiro. "Nas rodas de samba achamos a necessidade de cantar e contar algumas historias do ritmo e de seus compositores", afirmou Leme.

A escolha de Dona Ivone Lara se deu por ela ser umas das grandes compositora do mundo do samba  e também em homenagem aos 90 anos da dama do samba.

O repertório foi escolhido cronologicamente. "Começando pela primeira musica composta por ela aos 12 anos como o seu primo conhecido  na Serrinha no Rio de Janeiro como Mestre Fuleiro, que juntos fizeram "Tiêtiê", disse.

Leme falou que será contado um pouco da sua vida de Dona Ivone Lara a dificuldade em ser mulher compositora na época um reduto totalmente machista até o seu primeiro disco (LP). Ela também foi a primeira mulher a ser aceita na ala dos compositores da escola de samba "Império Serrano".

O show de domingo conta com Antonio Carlos Leme (vocal / banjo), Kal Max (cavaquinho) Eder Santos (violão), Paulo Henrique- PH (tantan de marcação) Felipe Thobias (padeiro) e João Paulo -Jota (percussão geral).

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias