Menu
quarta, 03 de março de 2021
Entretenimento

Professores e pesquisadores da UFSCar lançam livros na área de Sociologia

10 Set 2016 - 06h49Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

A Editora da Universidade Federal de São Carlos (EdUFSCar) lança, neste mês de setembro, três livros organizados por professores e pesquisadores da UFSCar. As obras são da área de Sociologia e os lançamentos, abertos a todos os interessados, acontecem nas cidades de São Paulo e São Carlos.

O livro "Profissões Republicanas: experiências brasileiras no profissionalismo" é organizado por Maria da Glória Bonelli, docente do Departamento de Sociologia (DS) da UFSCar, e Wellington Luiz Siqueira, mestrando em Sociologia pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) da UFSCar. Seus capítulos delineiam uma visão do Brasil contemporâneo que permite vislumbrar o caminho percorrido por profissionais ao longo do século. Contrastando com o período imperial no qual predominam os segmentos favorecidos na sociedade que se estabelecem nas profissões tradicionais, como a dos médicos e dos advogados, o livro analisa como isso se diversifica na República.

"Novas faces da vida nas ruas" é organizado por Taniele Rui, docente do Departamento de Antropologia da Unicamp; Mariana Martinez, pesquisadora do grupo Na margem - núcleo de estudos urbanos (CEM/CEBRAP) e do Hybris - grupo de estudo e pesquisa sobre relações de poder, conflitos, socialidades (USP/UFSCar); e Gabriel Feltran, docente do DS da UFSCar. A coletânea apresenta produções que tematizam a situação de rua na última década (2006-2016), a partir de diversas lentes: das histórias de seus moradores, passando pela assunção e construção política do Movimento Nacional da População de Rua e pelas intersecções entre rua e crack à luz dos diversos dispositivos de atenção, gestão e tratamento mobilizados contemporaneamente.

A obra "As fábricas recuperadas no Brasil: o desafio da autogestão" é de autoria de Aline Suelen Pires, também docente do DS. As fábricas recuperadas passam a ganhar expressão no Brasil a partir dos anos 1990, quando os efeitos da reestruturação produtiva, abertura de mercados e adoção de políticas neoliberais no país combinaram-se, resultando em crise econômica e flexibilização das relações de trabalho. Diante desse cenário, muitas empresas entraram em grave crise ou faliram, o que levou grupos de trabalhadores a lutarem por seus postos de trabalho, organizando-se para geri-las coletivamente. A obra faz um retorno a alguns desses empreendimentos, discutindo se e de que maneira a proposta autogestionária se efetivou, passados mais de 20 anos desde o surgimento das primeiras experiências desse tipo no país.

Os dois primeiro livros serão lançados em São Paulo no dia 12 de setembro às 18h30, na Livraria da Vila Higienópolis (Avenida Higienópolis, 618 - Higienópolis). Os três livros serão lançados em São Carlos, no dia 14 de setembro, às 19h, na TEIA - Casa de Criação, que fica na rua Rui Barbosa, 1.950. Os livros podem ser encontrados no site da EdUFSCar, www.editora.ufscar.br.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias