Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Entretenimento

Ouroboros realiza audições circenses para montagem de peça teatral

Oficinas para selecionar elenco para adaptação de Peter Pan são abertas ao público e ocorrem às terça-feiras, durante este mês

13 Fev 2016 - 06h08Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

O Núcleo Ouroboros de Divulgação Científica da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está realizando durante o mês de fevereiro, toda terça-feira, audições circenses-teatrais para selecionar o elenco que atuará na montagem da peça "Peter Q. Pan".

"A audição consiste em uma aula de circo normal, mas vamos ver as habilidades e facilidades de cada um em cada equipamento e técnica circense", explica Karina Omuro Lupetti, diretora do Ouroboros. A ação, que também busca promover a atividade circense, é realizada em parceria com Ricardo Fruque, da escola Estação do Circo. "Os selecionados farão a preparação para a peça ao mesmo tempo que praticam uma atividade física. Lembrando que a Escola Estação do Circo oferece também aulas semanais aos que se interessarem em praticar mais", completa Karina.

As audições circenses acontecem às terças, das 14h às 15h30, na Estação do Circo (rua Gastão Vieira, 209, São Carlos, SP). São oferecidas 20 vagas para papéis variados, desde Peter e Wendy, os irmãos, piratas, crocodilo, cientistas e outros personagens. Não há pré-requisito para participar e não é necessária a inscrição prévia, bastando comparecer no dia marcado.

"A história de Peter Pan será recontada pelo grupo em homenagem a uma ex-integrante, Claudia Rodrigues, que nos deixou em 2015. Ela faleceu devido a um câncer que foi descoberto quando estávamos ensaiando a peça em 2007 e, desde então, o Ouroboros nunca a estreou", conta Karina. Parte da bilheteria será doada ao Hospital do Câncer de Barretos e outra parte será destinada aos custos da montagem.

A peça, baseada na obra "Peter Pan", de James Matthew Barrie, inclui adaptações científicas e terá como diretor circense Ricardo Fruque, diretor cênico Rui Sintra e diretora geral Karina Lupetti. Segundo ela, a estreia está prevista para outubro na escola Estação do Circo, com três apresentações durante o fim de semana.

ATIVIDADES EM 2016

Além da montagem da peça, o Ouroboros está desenvolvendo várias iniciativas neste ano. Uma delas é a renovação de parcerias com o Center for Research, Technology and Education in Vitreous Materials (CeRTEV) para divulgação dos vidros.

Além disso, o Espaço Ventura, sede do Núcleo Ouroboros, que fica no Departamento de Química, localizado na área Norte do Campus São Carlos da UFSCar, está passando por uma adaptação para abarcar pequenas montagens e algumas oficinas, em particular as de arte e gastronomia. "Abriremos aos fins de tarde para um teatro-café com música, sarau, e visita às exposições que ficarão perenes no Espaço", detalha a diretora.

Também está prevista a continuidade das atividades inclusivas com o Grupo Olhares, auxiliando a criação de uma Associação de Deficientes Visuais de São Carlos. Este mês, o Núcleo ainda oferece um curso de áudio-descrição.

Outra ação do Ouroboros é a criação do Instituto Ciência em Cena, que reúne os grupos de teatro científico do Brasil e de Portugal. O 12º encontro do Ciência em Cena será em Salvador (BA), de 17 a 21 de agosto de 2016. "Atividades de divulgação científica acontecerão ao longo do ano para o público em geral, sempre que houver demanda", finaliza Karina.

SOBRE O OUROBOROS

O Núcleo Ouroboros de Divulgação Científica é um programa de extensão da UFSCar e abarca, há 10 anos, atividades para difusão da ciência por meio da linguagem artística, entre elas, o teatro. "O teatro é caracterizado como universitário e de divulgação científica, pois seus participantes são alunos da UFSCar e as temáticas estão relacionadas às ciências, sejam Exatas, Biológicas ou Humanas. O objetivo do Núcleo, além de difundir a ciência, é proporcionar a alfabetização científica dos participantes e um momento de reflexão para arte, inclusão e a diversidade que nos cerca na UFSCar, levando isso para a comunidade interna e externa", afirma Karina.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias