Menu
terça, 20 de abril de 2021
Entretenimento

Livro da EdUFSCar aborda trabalho imaterial, valor e classes sociais

Obra busca investigar e revelar as bases nas quais se estruturam as sociedades capitalistas

06 Dez 2017 - 03h51Por Redação
Foto: CCS/UFSCar - Foto: CCS/UFSCar -

"Trabalho (imaterial), valor e classes sociais: diálogos com pesquisadores contemporâneos" é o título do livro que está sendo lançado pela Editora da Universidade Federal de São Carlos (EdUFSCar). Organizado por Henrique Amorim, a obra traz entrevistas com especialistas que buscam revelar as bases nas quais se estruturam as sociedades capitalistas.

Como relatado na apresentação do livro, Amorim iniciou em meados de 2009 um conjunto de entrevistas que seriam base para uma pesquisa sobre a teoria valor-trabalho e sobre como essa teoria havia sido instrumentalizada pelo debate sobre o trabalho imaterial. Ao longo do percurso, o organizador percebeu a necessidade de alargar a problematização tratando também do trabalho, valor e classes sociais, entendendo-os como relações sociais centrais tanto para a investigação do trabalho imaterial como para a análise das sociedades capitalistas contemporâneas.

Desta forma, trabalho (imaterial), valor e classes sociais tornaram-se a espinha dorsal das questões que orientam as entrevistas que, por sua vez, se caracterizam como uma apresentação de visões e leituras distintas sobre cada um destes conceitos, configurando um leque, não dogmático, de interpretações sobre a realidade contemporânea e sobre as bases do capitalismo.

Amorim realizou, entre 2009 e 2017, um total de 22 entrevistas com filósofos, economistas, cientistas sociais e historiadores franceses, ingleses e brasileiros. Foram entrevistados: Alain Bihr, André Tosel, Antoine Artous, Celso Frederico, Daniel Bensaïd, Dominique Méda, Francisco de Oliveira, Francisco Teixeira, Gérard Duménil, Helena Hirata, Jacques Bidet, Jean Lojkine, João Quartim de Moraes, John Weeks, Jorge Grespan, Leda Paulani, Marcos Del Roio, Michael Löwy, Michel Husson, Ricardo Antunes, Robert Castel e Sadi Dal Rosso.

No prefácio, Alfredo Saad Filho, professor de Economia na Universidade de Londres, define a obra como singularmente valiosa, ousada, provocante e otimista. "O conjunto de entrevistas neste livro oferece um panorama vivo da história do marxismo e de alguns dos debates econômicos, filosóficos e sociológicos mais vibrantes da atualidade, além de aspectos da vida e do método dos pesquisadores que fazem avançar o projeto marxista. Essas entrevistas trazem um tesouro de informações a ser revelado ao longo do tempo", escreveu Saad Filho.

Mais informações sobre o livro podem ser obtidas no site da EdUFSCar, em www.editora.ufscar.br.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias