Menu
sábado, 16 de janeiro de 2021
Entretenimento

Espetáculo que emociona quem tiver “coração humano” é atração no Sesc São Carlos

02 Out 2017 - 06h49Por Redação
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

"Por uma estrela" é o espetáculo encenado pela Com Cia. Truks e está agendado para esta quarta-feira, 4, das 14h30 às 15h30, no teatro do Sesc São Carlos. A entrada é gratuita e limitada a 269 lugares.

A retirada de ingressos é limitada a duas por pessoas, com antecedência de uma hora.

"Por uma estrela" é um espetáculo denso e carregado de lirismo e poesia. A Cia. Truks conta uma história de amor capaz de emocionar todo aquele que tiver "um coração humano". A peça conta a história de um casal de crianças que cresce junto em uma pequena aldeia de pescadores.

Eles aprendem um a amar o outro, mas, de repente, são separados pelas contingências da vida. Veremos então o menino sofrer pela saudade, pela dor da separação, até que se decidirá por uma verdadeira "virada" em sua vida, para ir atrás do seu amor.

O GRUPO: CIA TRUKS - TEATRO DE BONECOS

A Cia. Truks foi criada em 1990, e desde então apresenta os seus espetáculos de repertório em teatros, escolas, instituições ou espaços alternativos de todo o Brasil. Não somente, participa de mostras e festivais de teatro e teatro de animação em países do exterior, e em eventos e congressos vinculados à educação e à cultura. Paralelamente, ministra cursos e oficinas sobre o teatro para crianças, técnicas de animação de bonecos, objetos e figuras, além de cursos sobre procedimentos para a criação e o desenvolvimento de uma dramaturgia própria do encenador. O grupo é referência nacional na arte do teatro de animação, bem como um dos principais expoentes do teatro para crianças no Brasil. Recebeu os principais prêmios do segmento: o Mambembe, do Ministério da Cultura, o A.P.C.A., da Associação Paulista de Críticos de Arte, o Coca Cola de Teatro Jovem, o Teatro Cidadão, da Prefeitura de São Paulo, e o Prêmio Estímulo da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, entre outros. Coordenou o Centro de Estudos e Práticas do Teatro de Animação de São Paulo, espaço de referências desta linguagem artística, em projeto vinculado à prefeitura do município, entre 2002 e 2012.

Truks notabilizou-se, ao longo dos anos, por seu especial cuidado com o universo das crianças, com o desenvolvimento de uma dramaturgia rica, e por seu extremo profissionalismo, marcado por cada uma de suas mais de 7.500 apresentações já realizadas. O grupo se utiliza, como fontes de inesgotável inspiração, das formas com que as crianças brincam em seus jogos e brincadeiras, o que pesquisa insistentemente há mais de duas décadas. O grupo almeja levar, para os palcos, a beleza máxima das brincadeiras das crianças, no entanto, "alargadas" pelas capacidades artísticas e técnica do coletivo. 

Não somente, a Cia Truks opera uma constante e obsessiva busca pela perfeição técnica, pela vida e máxima expressividade de seus bonecos. Dotou o seu trabalho e pesquisa cênica de uma característica singular, ao desenvolver uma técnica particular de animação de figuras, inspirada na centenária arte japonesa do Bunraku, em que três atores, simultaneamente, animam o mesmo boneco, conferindo-lhe movimentos humanos precisos, que encantam e surpreendem plateias de todas as idades. Desenvolveu, ainda, uma linguagem própria de ressignificação e animação de objetos do cotidiano, que se transformam em divertidas personagens de espetáculos extremamente inteligentes e criativos. A Cia. combina, a estas práticas refinadas, uma dramaturgia potente que, com delicadeza, usa o caráter mágico de seus bonecos para envolver e encantar crianças, escolha primeira do grupo. Sua capacidade de comunicação direta e precisa com este público é patente, concretizada através de histórias bonitas e profundas, que consideram e respeitam o seu rico universo criativo, ao tempo em que lhes oferecem visões de mundo instigantes, inovadoras, e repletas de fantasia e poesia.

Truks entende o teatro como eficiente instrumento de comunicação entre humanos. Interessa ao grupo, sobremaneira, exercer o seu papel na construção de uma sociedade melhor. Na trajetória de mais de 26 anos de trabalhos, o grupo direciona o seu principal foco nas preocupações temáticas de cada espetáculo. Já falou da realidade dos meninos de rua em "Cidade Azul", da dificuldade de adaptação dos pequenos ao mundo dos adultos, em "O Senhor dos Sonhos", de guerra e paz em "Os Vizinhos", da globalização em "Gigante", sobre quem são os verdadeiros loucos do mundo de hoje, em "Sonhatório", da questão da descartabilidade, das pessoas e do lixo, em "Expedição Pacífico", entre tantos outros temas relevantes. Enfim, escolhe falar daquilo que lhe toca o coração, que lhe move ideologicamente ou que lhe preocupa. E fala destes temas de forma poética, e não enquanto conceitos ou lições didáticas - acredita que este seja trabalho para educadores, pensadores e afins. Enquanto coletivo de artistas, cria um universo poético em torno dos temas, e os apresenta de forma emotiva.

Em seus trabalhos, a Cia Truks clama aos adultos que entendam melhor as crianças. Por perversas ideologias, enraizadas na sociedade desde tempos ancestrais, entende-se a criança como uma "página em branco", onde serão escritas as leis que regem o mundo dos adultos. Não! Muito além disto, crianças são seres que formulam hipóteses, jogam jogos complexos, vivem tristezas, inseguranças, angústias, fantasias e sonhos. Enfim, são seres plenos, e como tal devem ser entendidos e respeitados. Truks, assim, almeja fazer de sua atividade artística um forte instrumento de enriquecimento do imaginário infantil, atuando diretamente na formação de cidadãos críticos, criativos e, sobretudo, sensíveis, prontos a responder, com afeto e respeito ao próximo, aos desafios da vida presente e futura.

POR UMA ESTRELA

Em "Por uma estrela" é contada uma bonita e tocante história de amor, destas capazes de emocionar todo aquele que tiver "um coração humano"...

Trata-se da história de um casal de crianças que cresce junto em uma pequena aldeia de pescadores, que aprendem um a amar o outro, mas que, de repente, são separados pelas contingências da vida. Veremos então o menino sofrer pela saudade, pela dor da separação, até que se decidirá por uma verdadeira "virada" em sua vida, para ir atrás do seu amor. Um tanto elementar, porém humano, amoroso, sensível... Qualidades de que nossa humanidade tanto precisa nesses tempos em que vivemos.

Resgatamos, neste espetáculo, um conceito de amor que aproxima os humanos, que os torna únicos e que, enfim, todos nós buscamos alcançar em algum momento da vida.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias