Menu
quinta, 29 de outubro de 2020
Entretenimento

Escolas municipais recebem intervenções artísticas e circenses

28 Out 2009 - 10h25Por Redação São Carlos Agora
A Coordenadoria de Artes e Cultura da Prefeitura de São Carlos está realizando desde setembro dois novos projetos nas escolas municipais: o Circoeducando e o Colorindo nossos Espaços. O primeiro promove apresentações circenses com palhaços e malabares com a trupe Estação do Circo, coordenada pelo artista Ricardo Fruque, para os estudantes e professores de 43 Centros Municipais de Educação Infantil (CEMEI), que atendem crianças de três meses a cinco anos.

Na última quinta-feira (22), foi a vez dos alunos do CEMEI Ruth Bloen Souto, no bairro Vila Carmem, divertirem-se com o espetáculo do Circoeducando.

Já o Colorindo nossos Espaços realiza pintura e intervenções nas paredes das 52 unidades escolares do município, incluindo CEMEIs, Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs) e o Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos (CEMEJA).

As pinturas são feitas em 6m² de paredes pela artista Melissa Gatti Conde que, após a intervenção, conversa com os professores e estudantes sobre o trabalho. Entre as escolas que já receberam o Colorindo nossos Espaços está o CEMEI Antônio Lourdes Rondon, no bairro Maria Stella Fagá.

As duas atividades fazem parte do projeto “Criando nossas Artes”, que pretende valorizar a cultura da comunidade escolar e proporcionar o livre acesso às artes no cotidiano dos alunos, professores e profissionais da Educação. Todas as escolas municipais devem receber os dois projetos até dezembro.

O “Criando nossas Artes” é mais uma iniciativa do Programa Integrado Arte-Educação desenvolvido no município desde 2007, em parceria com a secretaria municipal de Educação, orientado pelas diretrizes estabelecidas pelos Parâmetros Curriculares Nacionais em Arte, que tem como proposta descentralizar as atividades culturais.

Segundo Lívia Dotto Martucci, coordenadora geral do Programa, “os projetos atuam diretamente com a comunidade e principalmente, com os alunos, fazendo com que o cotidiano da escola se modifique por meio da valorização da cultura proporcionando o livre acesso à apreciação das Artes, assim como fomentando a produção artística e a troca de saberes com os artistas e as obras de arte”.

Há também o envolvimento indireto dos profissionais da educação que recebem materiais didáticos sobre as propostas pedagógicas dos projetos para serem trabalhadas durante o período letivo. Para Flávia Prazeres, assistente de coordenação, “por meio da produção de materiais didáticos aos professores e educadores a rede de ensino se fortalecerá nas suas ações em Artes e Cultura, proporcionando uma real transformação no cotidiano escolar, articulando com a família e comunidade em geral propostas coletivas nesta área de conhecimento”.

Para saber mais sobre o Colorindo nossos Espaços clique em:  http://colorindonossosespacos.blogspot.com
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias