Menu
terça, 02 de junho de 2020
Coronavírus

Cientistas de São Carlos defendem manter a quarentena até o dia 30 de abril

01 Abr 2020 - 09h56Por Da Assessoria de Imprensa
Região central de São Carlos vazia durante a quarentena - Crédito: Marcio DavidRegião central de São Carlos vazia durante a quarentena - Crédito: Marcio David
A comunidade científica de São Carlos, representada pela Magnífica Reitora da UFSCar, pelos Diretores da Escola de Engenharia de São Carlos, do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação, do Instituto de Física de São Carlos, do Instituto de Química de São Carlos, e do Instituto de Arquitetura e Urbanismo,  pelos chefes da Embrapa Instrumentação e da Embrapa Pecuária Sudeste, por pesquisadores e cientistas membros da Academia Brasileira de Ciências, vêem a público manifestar a sua preocupação e posição quanto às ações referentes à prevenção e tratamento da pandemia do novo coronavírus (COVID 19), na cidade de São Carlos e região: 
- Considerando a gravidade desta pandemia e os riscos a toda a população e a todas as idades;
- Considerando que a expansão da doença se mostra rápida e inexorável, causando morbidade e internações em massa e colocando em risco o sistema de saúde do município;
- Considerando que todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde, do Ministério da Saúde, e do Governo Estadual insistem na necessidade de isolamento social e quarentena restrita de toda a população, com base em dados científicos e estatísticas disponíveis e de amplo conhecimento da comunidade cientifica;
- Considerando que todos os países e regiões que não atenderam a estas recomendações, a exemplo da Itália, Espanha e Estados Unidos, estão pagando um alto preço em mortalidade, internações em massa, expansão da doença, colapso do sistema de saúde e impactos econômicos e sociais desta pandemia. Recomenda fortemente aos governantes do Munícipio de São Carlos manter a quarentena da população até, no mínimo, o dia 30 de abril.
 
A comunidade cientifica está ciente e consciente do impacto econômico destas medidas de restrição. Entretanto, a ampla expansão da doença decorrente e a perda de vidas que certamente virão como resultado de uma precoce abertura total do comércio e consequente mobilidade da população, causarão prejuízos econômicos e sociais de ainda maior monta, no longo prazo, do que os prejuízos decorrentes da adoção da quarentena restrita. Entendemos que neste momento é fundamental acatar as recomendações que têm forte embasamento científico. A ciência e os cientistas sempre trabalharam pela cidade não apenas elevando seu nome em todos os locais do mundo, mas provendo tecnologias que alimentam as empresas e contribuem para a vitalidade econômica da cidade. Continuaremos dispostos a ser úteis para a cidade e trabalhar ainda mais intensamente, se necessário for em prol de alavancar a economia e nosso comércio. Porém neste momento, temos que estar juntos para proteger aqueles que serão a grande força após o término desta situação: os cidadãos de São Carlos. 
 
Pelos cientistas e pesquisadores de São Carlos:
- Professora Doutora Wanda Hoffman – Magnifica Reitora da Universidade Federal de São Carlos;
- Professora Doutora Yvone Primerano Mascarenhas – Ex-Diretora do Instituto de Física /USP São Carlos;
- Professora Doutora Maria Cristina Ferreira de Oliveira, Diretora do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação /USP São Carlos;
- Professor Doutor Vanderlei Salvador Bagnato Diretor do Instituto de Física /USP São Carlos
- Professor Doutor Edson Cezar Wedland Diretor da Escola de Engenharia de São Carlos/ USP São Carlos.
- Professor Doutor Emanuel Carrilho - Diretor do Instituto de Química /USP São Carlos;
- Professor Doutor Miguel Antônio Buzzar - Diretor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo /USP São Carlos;
- Professor Doutor Glaucius Oliva - Professor Titular do Instituto de Física de São Carlos – ex-presidente do CNPq;
- Doutor João, de Mendonça Naime - Chefe Geral Embrapa Instrumentação. São Carlos.
- Doutor Rui Machado - Chefe Geral Embrapa Pecuária Sudeste São Carlos;
- Doutor Silvio Crestana - Pesquisador Embrapa Instrumentação – Ex-Presidente da Embrapa – Brasil;
- Professor Doutor Sérgio Campana Filho – Prefeito do Campus de São Carlos/USP;
- Doutor José Galizia Tundisi - Professor Titular Aposentado da EESC- USP/ São Carlos - Presidente do Instituto Internacional de Ecologia e ex-presidente do CNPq.
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias