quarta, 18 de maio de 2022
S.Carlos no mundo da ciência e da tecnologia

Universidade de São Paulopassa a integrar o Sistema Nacional de Laboratórios de Fotônica (SISFOTON) e São Calos segue como referência Nacional em Ciência, Tecnologia e Inovações

A USP une-se a sete Instituições de ensino epesquisa para este projeto inovador (SISFOTON)

08 Ago 2021 - 08h00Por Kleber Jorge Savio Chicrala
Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato – Diretor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) - USP - Crédito: divulgaçãoProf. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato – Diretor do Instituto de Física de São Carlos (IFSC) - USP - Crédito: divulgação
Prof. Dr. Cléber R. Mendonça – Instituto de Física de São Carlos (IFSC) – USP
O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) - Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), realizou em data passada, uma chamada pública visando selecionar as instituições e interessados para compor o Sistema Nacional de Laboratórios de Fotônica (SISFOTON), onde entre as propostas apresentadas, analisadas e escolhida estavaa da Universidade de São Paulo (USP), onde está incluso o Instituto de Física de São Carlos (IFSC) – USP, e as demais e relevantes Instituições e Institutos de ensino e pesquisa parcerias da área em São Carlos.
 
Destacando que dentre as propostas apresentadas, a USP apresentou a inovadora e relevante proposta da criação doLaboratório de Apoio à Inovação e ao Empreendedorismo em Tecnologias Fotônicas, com a participação direta de aproximadamente quarenta pesquisadores de diversas instituições e laboratórios de pesquisas da USP.Destacando que esses pesquisadores estão diretamente ligados à área de Óptica e Fotônica, somado as tradicionais linhas de pesquisas desenvolvidas, e as publicações e projetos realizados e em andamento, dentre outros pontos que foram considerados na decisão e escolha. Lembrando que diversos projetos de pesquisa na área tiveram a supervisão dos pesquisadores da USP, tendo como exemplo os desenvolvidos pelas equipes de pesquisadores do IFSC, com a participação e orientações dos professores Dr. Vanderlei Salvador Bagnato e Cléber R. Mendonça ( IFSC – USP), que a exemplo de outros pesquisadores da USP tradicionalmente trabalham na área.
 
Esta rede tem como um dos objetivos potencializar e ampliar amplamente a qualidade das pesquisas na área envolvendo a Óptica e a Fotônica, amparando as linhas de pesquisas e os cientistas com equipamentos e infraestruturas próprias da USP, dentre outros. E assim dando condições de trabalhos aos pesquisadores e as pesquisas de diversas instituições públicas e privadas, e projetos com empresas, inclusive à projetos de interesse do País nesta área em específico. 
 
A relação delaboratórios integrantes da proposta do Laboratório de Apoio à Inovação e ao Empreendedorismo em Tecnologias Fotônicas que irá compor o  Sistema Nacional de Laboratórios de Fotônica (SISFOTON), serão:
– Laboratório de apoio tecnológico – IFSC/USP;
– Laboratório de microscopia Raman, SNOM e AFM – IFSC/USP;
– Laboratório de microscopia óptica confocal de fluorescência – IFSC USP;
– Laboratório de biofotônica para cultura de células – IFSC/USP;
– Laboratório de biofotônica para cultivo e estudo de microrganismos – IFSC/USP;
– Laboratório de instrumentação e desenvolvimento – IFSC /USP;
– Laboratório de espalhamento de luz e átomos frios – IFSC/USP;
– Laboratório de gases quânticos – IFSC /USP;
– Laboratórios de aplicações ópticas em agricultura – IFSC/USP;
– Laboratório de nano-fármacos e foto-fármacos – IFSC/USP;
– Laboratório de síntese de fotossensibilizadores – DQ/UFSCAR;
– Laboratório de metrologia de tempo e frequência – Relógio Atômico e MASER – IFSC/USP;
– Laboratório de óptica oftálmica – IFSC/USP;
– Laboratório de ensaios ópticos interferométricos – OCT-IFSC/USP;
– Laboratório de óptica não-linear – IFSC/USP;
– Laboratório de microfabricação e nanoestruturas – IFSC/USP;
– Laboratório de instrumentação óptica aplicada a oftalmologia e a agricultura – IFSC/USP;
– Oficina de óptica – IFSC/USP;
– Laboratório de e metrologia de tempo e frequência – IFSC/USP;
– Laboratório de sensores ópticos e robótica – EESC/USP;
– Laboratório de medidas ópticas e ultravioleta – FFCL/USP – Ribeirão Preto;
 
Assim a USP unida às outras sete instituições de pesquisa (que foram igualmente selecionadas para este projeto), passarão a oferecer diversos serviços especializados e de importância para a ciência, tecnologia e inovações do Brasil. 
 
Fontes: Kleber J. S. Chicrala – Coordenação de Jornalismo Científico do CEPOF-INCT – IFSC – USP, e a Assessoria de Comunicação – IFSC - USP
 
kleberchi

Leia Também

Últimas Notícias