Menu
segunda, 21 de junho de 2021
Colunistas

Por que fazer Gestão com base em Processos?

17 Mai 2021 - 14h28Por Profa. Dra. Ana Rita Terra Argoud
Por que fazer Gestão com base em Processos? -

Você já passou por alguma situação na qual o serviço realizado não ficou à altura das suas expectativas? Ou ao ser atendido em um mesmo estabelecimento não havia um padrão de atendimento? Você já se perguntou por que as organizações muitas vezes demoram a dar um retorno ao cliente, ou a tomar uma decisão?

Uma das abordagens de gestão para tratar essas questões é a gestão por processos (ou em inglês, BPM –Business Processes Management). A gestão por processos enxerga as organizações, sejam elas públicas ou privadas, de pequeno médio ou grande porte, de manufatura ou de serviços, como um conjunto de processos.

Processos podem ser entendidos como um conjunto de atividades relacionadas, que recebem entradas (inputs) tais como materiais, informações, conhecimento, transformam essas entradas com o uso de recursos da empresa (máquinas, equipamentos, recursos humanos), e geram saídas (resultados ou output) com valor a um cliente específico.Todo trabalho realizado em uma organização faz parte de um processo. Alguns processos possuem o fluxo de trabalho mais claro e definido, como o processo de fabricação em uma indústria, o processo de desenvolvimento de um produto, o processo de vendas ou o processo de recrutamento e seleção de pessoal. Em outros pode haver alternativas no fluxo de trabalho ou mesmo este não ser muito perceptível, como o processo de fusão de empresas, processo de desenvolvimento gerencial ou processo de negociação salarial. 

Como são muitos os processos em uma empresa, é preciso identificar primeiramente quais são os processos mais importantes para o negócio. Imagine que você é o proprietário de um negócio e que você irá tirar férias por 15 dias (e você irá deixar o celular desligado pois precisa realmente de um tempo para desestressar – impossível?). Você chama aquele colaborador que é o seu braço direito e diz quais são as atividades as quais não se pode tirar o olho, que tem que gerenciar de perto. Pois bem, essas atividades muito provavelmente fazem parte de um processo que é crítico para o negócio. Estão associadas ao core business, à essência do funcionamento do negócio e possuem um alto impacto para o cliente final. É primordial que esses processos críticos sejam identificados, mapeados, e monitorados por meio de indicadores de desempenho. Para isso é preciso fazer a gestão empresarial por meio dos processos.

A gestão por processos é uma abordagem sistemática que visa a melhoria contínua dos processos da empresa. Entre os principais benefícios dessa forma de gestão estão a identificação dos desperdícios, dos motivos das falhas, dos atrasos, com consequente redução de custos, melhoria da qualidade e da eficiência.

Implantar a gestão por processos implica em capacitar os colaboradores em várias competências, incentivar o trabalho colaborativo, ter transparência na comunicação, saber delegar responsabilidades, definir metas e avaliar o desempenho relacionado aos processos, reconhecer o trabalho da equipe. Ou seja, todo o esforço deve estar orientado à entrega final do resultado do processo.

O leque de aplicações da gestão por processos é extenso, tais como, no reprojeto do trabalho, na implantação de sistemas integrados de gestão (ERP), para compreensão de qual estrutura organizacional é mais adequada à empresa, em projetos de automação por meio de uso de sistemas de informação, na preparação para certificação de qualidade ISO 9001, no alinhamento à estratégia do negócio, na otimização dos recursos com foco na sustentabilidade. E agora, vamos desenvolver a visão por processos?

Por Profa. Dra. Ana Rita Terra Argoud

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias