Menu
segunda, 19 de agosto de 2019
Seja Mais

O efeito da inveja no cérebro

12 Fev 2019 - 07h08Por (*) Ju Ferraz
O efeito da inveja no cérebro -

O sentimento de inveja prevalece em você? Se sim, cuidado!

Todos nós em algum momento ou outro sentimos inveja, a questão não é nunca sentir inveja e sim deixar que ela prevaleça.

Inveja é desejar aquilo que o outro tem e se caracteriza quando, percebendo que não conseguiremos alcançar o que o outro tem, desejamos que ele se dê mal, que seja infeliz ou até mesmo que o pior aconteça em sua vida.

A ciência descobriu que quando o invejoso vê a pessoa que ele tem inveja se dando bem, ele sente angústia e uma experiência de dor física, quando por exemplo batemos o dedinho do pé ou quando batemos o cotovelo. E também sente uma experiência de dor emocional, como a perda da pessoa amada, o término de um relacionamento ou rejeição de pessoas que ele acha importante.

A vivência de um sentimento de inveja é dolorosa, as pessoas invejosas tendem a adotar comportamentos engenhosos e sórdidos, pois dentro da pessoa invejosa está ocorrendo uma alteração fisiológica, o que não justifica o tal comportamento, mas, nos ajuda a entender qual é a raiz desse sentimento tão inferior e tão predominante em nossa sociedade.

E quando o invejoso vê a pessoa pela qual ele tem inveja se dando mal?

A pessoa invejosa quando vê o outro se dando mal, ocorre uma ativação no cérebro dela associada a sensação de prazer e motivação.

Por isso, toda vez que você perceber que sentiu inveja, olhe para si mesmo e entenda o quão baixo você estará sendo quando sente tal sentimento e como você pode fazer para eliminá-lo.

Inveja é diferente de ambição, o ambicioso tem sede de algo a mais, sede pelo sucesso, por aprender como conseguir aquilo que o outro foi capaz de conseguir, mas com admiração e dedicação.

Como podemos entender se estamos sendo invejosos ou não?

Autoconhecimento é tudo, quanto mais você se conhece, mais plenitude e momentos de felicidade terá em sua vida e menos a inveja fará parte de seus sentimentos. Você está disposto(a) a olhar para dentro de si mesmo e limpar sua casa interior de tais sentimentos tão devastadores?

Qual tema sobre o desenvolvimento e fortalecimento emocional você acha importante? deixe nos comentários e vamos juntos fazer a diferença no mundo.

Que o autoconhecimento e aprendizado faça sempre parte de sua vida, muito obrigada, um grande abraço até o próximo artigo!

(*) A autora é uma profissional facilitadora do autoconhecimento e auxilia as pessoas a transformarem seus objetivos em resultados, da cidade de São Carlos, graduada em Administração de empresas, no Centro Universitário de Araraquara, pós em gestão de produção pela UFScar, Coaching pela SLAC - Sociedade Latino Americana de Coaching. Contato e sugestões: faleconosco@saocarlosagora.com.br

Esta coluna é uma peça de opinião e não necessariamente reflete a opinião do São Carlos Agora sobre o assunto.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias