Menu
segunda, 08 de março de 2021
Povo, o lado mais fraco...

São Carlos ainda não recebeu nenhum recurso do Estado para o combate a enchentes

De um lado, Prefeitura Municipal diz que aguarda recursos do Estado; ou outro, o Estado, que espera apresentação de projeto executivo

22 Jan 2021 - 07h16Por Marcos Escrivani
Doria prometeu enviar recursos, mas até agora São Carlos não recebeu nenhum centavo - Crédito: divulgaçãoDoria prometeu enviar recursos, mas até agora São Carlos não recebeu nenhum centavo - Crédito: divulgação

A certeza é uma só: no meio de entraves políticos, a população (responsável pela eleição de todos eles) é o lado mais fraco da corda e sofre as consequências pela falta de um comum acordo entre os envolvidos, independentemente da cor partidária. Afinal, acreditamos ser neste momento crítico, todos do mesmo time, independente de ideologias.

Mas não parece que isso ocorre na questão sobre as enchentes que judiam sobremaneira da população que vive em áreas de risco, bem como comerciantes.

Basta lembrar a tromba d’água que desabou naquela fatídica final de tarde de quinta-feira, 26 de novembro. Aproximadamente uma hora de tempestade fez com que vários pontos de São Carlos sofresse alagamentos.

Famílias perderam tudo o que tinham em casa; muitos carros arrastados e, principalmente os lojistas da baixada do Mercado Municipal sofreram as consequências. Milhares de reais em prejuízos, além do abalo psicológico em dezenas de pessoas.

O interessante é que existe aquele ditado: “depois da tempestade, vem a bonança...”. Afinal, a comoção foi geral, com políticos de cidades vizinhas mandando ajuda. Políticos locais trabalhando como “anjos da guarda”. Pronunciamentos de que atitudes concretas seriam tomadas.

Representantes do executivo e legislativo estiveram na capital reunidos com o governador e com o secretário Marco Vinholi, onde foi prometido o envio de verbasRepresentantes do executivo e legislativo estiveram na capital reunidos com o governador e com o secretário Marco Vinholi, onde foi prometido o envio de verbas

Inclusive do governador João Dória (PSDB) que, um dia após a tragédia são-carlense, na sexta-feira, 27, anunciou a liberação de R$ 10 milhões para o combate às enchentes. Tudo com direito reunião no Palácio dos Bandeirantes, com direito a correligionários, fotos para a posteridade e tudo mais. Estavam até com máscaras. Espero que tenham usado álcool em gel...

Pois bem: hoje, 22 de janeiro, praticamente dois meses após o prometido dim-dim, São Carlos viu exatamente R$ 00.000.000,00 dos recursos anunciados. Por que será hein?

Como um órgão de imprensa isento e preocupado em levar a veracidade dos fatos entramos em contato com as partes envolvidas.

De um lado, a assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de São Carlos diz aguarda a abertura, por parte do Governo do Estado, de processo licitatório para o início da obra de ampliação da seção da Fepasa à jusante da Rotatória do Cristo, um investimento de R$ 9.773.980,82, que iria minimizar os impactos causados pelas enchentes.

Do outro, lado a assessoria da Secretaria de Desenvolvimento Regional, que tem a frente Marco Vinholi, rebateu: aguarda a Prefeitura Municipal de São Carlos apresentar o projeto executivo e após a entrega, o convênio terá encaminhamento para a liberação dos recursos para ações contra enchentes no município.

Questionada novamente, a Prefeitura Municipal informou que o plano já foi apresentado, inclusive técnicos do governo estadual estiveram na cidade.

Em todo esse imbróglio, dos males, o menor, já que no dia 4 de janeiro deste ano, o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), vinculados ao Governo Federal, repassou R$ 503,7 mil para a Prefeitura Municipal. A verba é destinada para ações no restabelecimento das condições de trafegabilidade no município.

Gente do céu... E nós, meros mortais, como ficamos???

(*) O autor é jornalista e presta serviços para o São Carlos Agora desde 2015.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias