Menu
sexta, 30 de outubro de 2020
Colunistas

Fibromialgia: mais um aditivo, fruto da ciência e tecnologia e para ajudar os pacientes

16 Out 2020 - 16h06Por Kleber Chicrala
Entrevistado: Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato
Diretor do Instituto de Física de São Carlos - USP
Coordenador do Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica

Se você é uma pessoa diagnosticada com fibromialgia, deve estar vivendo momentos de incerteza e frustrações. As dores constantes em diversas partes do corpo, torna a qualidade de vida muito ruim, e parece que ninguém consegue te ajudar. Apesar de grandes avanços da medicina, as causas e formas de tratamento da fibromialgia ainda estão na sua infância de entendimento.  Mas há uma boa notícia. Pesquisadores do Centro de Pesquisa em Ótica e Fotônica - CEPOF, estudando os avanços que a medicina vem conseguindo com relação ao entendimento das causas, desenvolveram um sistema que combina ultrassom e laser para realização de uma terapia de melhoria da qualidade de vida para os pacientes com fibromialgia. Melhor ainda, toda a técnica e o aparelho foram aprovados pela ANVISA, agência do Governo Federal que aprova nossas tecnologias para a saúde e o sistema está sendo lançado oficialmente esta semana. O projeto foi uma parceria envolvendo FINEP, o IFSC e a Empresa MMO( quem comercializa o sistema : mmo.com.br ).

A Fibromialgia é uma condição do paciente que apresenta dor generalizada, com um estado hiperalgésico, onde dores são sentidas como sendo muito mais acentuadas que seriam normalmente. O diagnóstico é também baseado em um histórico de casos, ainda não existindo um teste padrão ouro para seu diagnóstico. A história do desenvolvimento do sistema é fascinante. Os pesquisadores do CEPOF, notaram que um certo número de trabalhos internacionais vinham relatando observações do excesso de  fibras nervosas sensoriais em determinadas regiões dos pacientes com a doença. Trabalhos, que realizaram biópsia em pacientes notaram o aparecimento de excesso de inervação sensorial nas regiões de arteríolas-vênulas shunts na região palmar. São as válvulas que permitem fazer o controle da circulação adequada do sangue rico e pobre em oxigênio. Esta situação leva a uma sensibilidade exacerbada através da expressão de fibras sensoriais. A situação torna intolerável fatos que para uma pessoal normal seriam imperceptíveis do ponto de vista de dor. Com estas informações, desenvolveu um sistema a base de ultrassom e laser terapia combinados, onde um atua grandemente na parte dos vasose o outro ajuda na liberação de endorfinas e combate a inflamação. A aplicação simultânea foi um sucesso, e partiu-se então ao desenvolvimento de protocolos que com mais de 400 pacientes permitiram desenvolver a forma de aplicar, a periodicidade das aplicações e a frequência com que o procedimento deve ser repetido. Utilizando um índice que mede a melhoria da dor dos pacientes com Fibromialgia ( FIQ- FibromyalgiaImpactQuestionaire), o procedimento mostrou melhorar mais de 50% a qualidade de vida de 77% dos tratados e melhorou 100% a qualidade de vida de 30% dos tratados. Com relação a dor, outro índice utilizado ( VAS – Visual AnalogScale for pain), mostrou  que mais de 80% dos pacientes tratados tiveram sua dor  melhorada a mais de 50%, com muitos atingindo 100% de melhoria.

O trabalho foi realizado com a parceria entre a Santa Casa de São Carlos e o IFSC-USP, bem como com o apoio extraordinário de clínicas do grupo Multifisio, que ajudaram com os voluntários e foram essenciais em lidar com o elevado número de pacientes. Segundo o coordenador do projeto, Prof. Vanderlei S. Bagnato do IFSC-USP, “ este projeto originou do olhar atento de nossos estudantes e pesquisadores para os avanços que ocorrem no mundo, e a possibilidade de adicionar nossos conhecimentos a estes avanços. Não curamos a doença, mas tratamos seus sintomas, tornando a vida das pessoas melhor. Estamos longes de ter concluído o trabalho. Apesar de estarmos proporcionando melhorias aos pacientes desta doença extremamente séria, que afeta ao redor de 2% da população do mundo, agora, com o uso amplo pelos profissionais da saúde, é que poderemos colher um grande retorno e promover os avanços de protocolos e procedimentos que irão beneficiar milhões. É assim que as técnicas para a saúde progridem” .  O Sistema é inédito a nível mundial, e poderá ser uma grande contribuição de São Carlos a melhoria de vida de dezenas de milhões de pessoas. O sistema em lançamento não trata apenas fibromialgia, mas artroses, e muitas outras doenças com dores crônicas.  O evento de lançamento ocorre ao vivo pela internet no dia 16 de outubro- 19h.
 


 
 
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias