Menu
sexta, 15 de janeiro de 2021
Artigo Rui Sintra

Dez anos a divulgar ciência para a população de São Carlos

02 Jan 2021 - 00h01Por (*) Rui Sintra
Dez anos a divulgar ciência para a população de São Carlos -

Para muitos de meus leitores, não será novidade alguma dizer que uma de minhas atividades na cidade de São Carlos é a coordenação da divulgação da imagem e dos trabalhos desenvolvidos pelos cientistas do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP). Iniciei essa verdadeira peregrinação no dia 07 de março de 2010, com muito receio, atendendo a que divulgar ciência junto da população (da sociedade) não era (nem é) uma tarefa fácil. Passa quase despercebido ao cidadão são-carlense o incessante e fantástico trabalho desenvolvido nos laboratórios das universidades sediadas na cidade, tornando-se importante, para inverter essa situação, que os cientistas saibam se comunicar e explicar de forma clara e simples as principais descobertas e inovações que saem de seus laboratórios, grande parte delas para beneficiar a população.

O trabalho realizado ao longo de dez anos não poderia ter tido sucesso se a própria comunicação social local, regional e nacional não tivesse compreendido essa importância, se não tivesse se engajado no que acontece dentro das universidades e dos centros de pesquisa. E essa comunicação social fez (e continua a fazer) - e muito bem - a sua parte, contribuindo para o conhecimento da sociedade. No passado dia 07 de março de 2020 comemorou-se o 10º aniversário da criação da Assessoria de Comunicação do Instituto de Física de São Carlos (IFSC/USP), um projeto lançado pelo diretor à época (2010), Prof. Antonio Carlos Hernandes - atual vice-reitor da USP.

Criada imediatamente de forma definitiva e intrinsecamente ligada à Diretoria do Instituto, a Assessoria de Comunicação do IFSC/USP tornou-se essencial e um órgão indispensável ao funcionamento do Instituto, assumindo a responsabilidade de ser uma ponte efetiva entre o IFSC/USP e sua comunidade, com importantes reflexos diretos na sociedade como um todo.

Com o passar dos anos, essa estrutura do IFSC/USP não só conquistou o respeito da sociedade e da própria USP, como no seio de outras instituições de ensino superior e de institutos de pesquisa. Tudo isso graças aos dirigentes do IFSC/USP, que deram continuidade ao projeto pioneiro lançado pelo Prof. Dr. Antonio Carlos Hernandes, bem como às pessoas e aos profissionais que passaram pela Assessoria de Comunicação do IFSC/USP, que souberam e quiseram “vestir a camisa”.

A visão que o Prof. Antonio Carlos Hernandes tem sobre a Assessoria de Comunicação do IFSC/USP não mudou desde o tempo em que assumiu a gestão da Unidade: “A USP tem um departamento de comunicação para atender toda a Universidade, mas nós, no Instituto, sempre tivemos o desejo - agora concretizado - de dar visibilidade aos nossos projetos e promover uma melhor comunicação institucional, falando internamente com os nossos funcionários, como também com os órgãos de imprensa da cidade”, relata Hernandes. Com sua missão orientada por três eixos fundamentais, a saber: comunicação interna, com o objetivo de desenvolver mecanismos e estratégias de diálogo com funcionários, estudantes e docentes; comunicação externa, utilizando a media em seus diferentes formatos para interagir com o público fora da Universidade; e desenvolvimento de interfaces com outras mídias da Universidade, principalmente com o Jornal da USP, fomentando os trabalhos e as pesquisas desenvolvidas no Instituto, o ex-diretor do Instituto sublinha: “O trabalho que esta estrutura vem desenvolvendo desde 2010 conseguiu  importantes resultados de promoção do IFSC/USP e dos trabalhos de seus alunos e docentes. Dentre as conquistas, está uma maior exposição mediática dos trabalhos e dos pesquisadores, a divulgação da marca do Instituto e a difusão da ciência para a sociedade, o que contribui, inclusive, para despertar o interesse dos estudantes do ensino médio pela Física. Além da representatividade institucional e da cobertura jornalística das atividades promovidas pelo IFSC/USP, a assessoria de comunicação contribui e continua a contribuir para uma melhoria na organização dos eventos e na sistematização de protocolos e cerimoniais”, conclui Antonio Carlos Hernandes.

Já para o atual Diretor do IFSC/USP, Prof. Vanderlei Bagnato, o Instituto é mantido pela sociedade, daí que as responsabilidades sejam ainda maiores. “Informar de forma clara e objetiva essa própria sociedade sobre as coisas boas que fazemos, não é uma opção, é uma obrigação. O setor de comunicação do IFSC/USP vem dando esta contribuição de forma exemplar e integra. Esperamos contar com este setor para os próximos 10 anos”. Contudo, a única verdade é que pessoas passam, mas as instituições ficam. Foi assim no passado, é assim no presente e certamente será assim no futuro.

Para que possamos ter uma ideia do trabalho desenvolvido ao longo da última década, vamos analisar os números abaixo, extraídos dos relatórios enviados entre 2011 e 2020 para o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

* Matérias redigidas - 10.426;

* Apoio ao “Programa Ciência às 19 Horas” - 90;

* Lay Outs - 485;

* Cerimonial e Protocolo - 139;

* Apoio à sociedade - Informações sobre pesquisas - 1.876;

* Fotos - 57.428;

* Artigos enviados para a comunicação social - 8.981;

* Artigos publicados na comunicação social - 8.287;

* Artigos publicados na comunicação social internacional - 110;

* Realização e apresentação de programas de TV - 85

* Edição de livros - 3;

* Eventos - 196;

* Tempo de antena estimado nos canais nacionais de TV - 183h48m;

* Recorde absoluto no Facebook do IFSC/USP - matéria pesquisa sobre HIV - Pesquisa Prof. Francisco Gontijo Guimarães) - quase 4 milhões de visualizações (3.878.249).

De forma simples, humilde, mas efetiva, este trabalho continuará seu caminho, mesmo em tempos de pandemia, principalmente aprendendo sempre em cada dia que passa.

Que este Novo Ano nos traga forças e esperanças redobradas.

(*) O autor é Jornalista profissional / Membro da GNS Press Association (Alemanha) / Correspondente internacional freelancer. MTB 66181/SP.

Esta coluna é uma peça de opinião e não necessariamente reflete a opinião do São Carlos Agora sobre o assunto.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias