Menu
sábado, 27 de fevereiro de 2021
Criar e Educar

Descomplicando a rotina- Como auxiliar seu filho nas atividades diárias?

12 Fev 2021 - 12h20Por Thálita Juliana Boni de Mendonça
Descomplicando a rotina- Como auxiliar seu filho nas atividades diárias? -

Ajudar o filho a ter mais autonomia, lhe demandar responsabilidades e auxiliá-lo em tarefas diárias são situações que requerem tempo, paciência, rotina e persistência. Logo, não são vistas como coisas simples pela maioria dos pais. Além disso, a realidade atual e a pandemia acabaram por complicar todo processo. Entretanto, para que a aprendizagem se desenvolva faz-se necessário que o indivíduo tenha estímulos, experiências sensoriais e pratique suas habilidades. Tudo isso pode ser adquirido em tarefas diárias, desde as mais simples até as complexas.

Uma das coisas que já deve ser colocada pauta é a organização. Esta é crucial para a realização das tarefas escolares, por exemplo. Além disso, ela promove autocuidado, evita ansiedade e frustração. Quando as crianças e os adolescentes se organizam, eles praticam a autonomia e a assertividade. A organização deve se fazer presente na higiene pessoal, na alimentação, nas atividades cotidianas e, até mesmo, nos momentos de ócio.

Destaca-se que ela pode ser ensinada e estimulada desde a primeira infância. É relevante colocar os pequenos para fazerem, inclusive, atividades domésticas. Essa atitude interfere positivamente na aquisição de autonomia, senso de responsabilidade e liberdade de expressão. Muito além disso, contribui até mesmo para o tempo de qualidade familiar, uma vez que o filho estará próximo dos pais ao realizarem tais tarefas.

Alguns exemplos incluem: guardar os brinquedos, levar o prato até a pia após as refeições,colocar as roupas sujas na lavanderia de sua casa. Essas atividades são capazes de aumentar a autoconfiança, o encorajamento e estimular a coordenação motora.

Para isso é muito importante ter uma rotina. Esta não precisa, necessariamente, ser fixa, mas sim flexível. Mostre para a criança o que ocorrerá durante a semana, coloque esta rotina em um quadro, por exemplo. Neste momento a ansiedade diminui e a autonomia se fortalece. As responsabilidades (tarefas escolares, organização do quarto...) também devem se fazer presentes neste quadro, o qual pode ser colocado na altura do seu filho. Esta disposição motiva a criança a realiza-las. Para torna-las prazerosas envolva brincadeiras, cante enquanto lavam a louça, usefrases como: “quem achar e guardar primeiro os brinquedos azuis ganha!”. Ademais, elogie, evite ameaças, ofereça ajuda e retire-a gradativamente. Isso fortalece a confiança, a independência e enriquece a relação de um para com o outro. Ele vai errar, vai demorar mais, mas, não desista, ele está aprendendo e, por isso, é um processo que exige persistência.

Leia e brinque com os menores, converse e encoraje os maiores. Essa relação influencia na aprendizagem das habilidades verbais da língua portuguesa. Leve seu filho ao mercado e deixe uma calculadora nas mãos dele, isso já está estimulando práticas matemáticas, por exemplo. Jogue e ensine brincadeiras antigas, isso alimenta a noção de diferentes culturas, estimula a concentração, memorização e fomenta o tempo em família.

Lembre-se que você está criando um ser que necessita de independência, fortalecimento de vínculos, autonomia, socialização. Todos esses pontos são necessáriospara o desenvolvimento de sua aprendizagem e melhoria de seu comportamento. Rotina, tempo de qualidade familiar e liberdade de expressão compõem a chave para tudo isso.


Leia Também

Últimas Notícias