Menu
quarta, 08 de dezembro de 2021
S.Carlos no mundo da ciência e da tecnologia

Artrite Reumatoide: Pesquisa para tratamento das consequências desta doença será realizada no Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (CEPOF) – INCT – IFSC – USP - Unidade de Terapia Fotodinâmica (UTF) na Santa Casa da Misericórdia de São Carlos (SCMSC)

17 Out 2021 - 07h24Por Kleber Chicrala
Artrite Reumatoide: Pesquisa para tratamento  das consequências desta doença será realizada no Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (CEPOF) – INCT – IFSC – USP  - Unidade de Terapia Fotodinâmica (UTF) na Santa Casa da Misericórdia de São Carlos (SCMSC) - Crédito: divulgação Crédito: divulgação
As pesquisas desenvolvidas pelos pesquisadores do Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica (CEPOF) vêm sendo reconhecidas devido a importância científica, tecnológica e social , e dentre as linhas de pesquisa está a sobre artrite reumatoide, e especificamente nesta  doença quando atinge a área das mãos (articulação dos dedos). Trabalho esse que será desenvolvido pela mestranda  e fisioterapeuta  Kely Zampieri  , na Unidade de Terapia Fotodinâmica (UTF) na Santa Casa da Misericórdia de São Carlos (SCMSC), mantida em parceria com o CEPOF – IFSC – USP, coordenado pelo Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato ( Diretor do IFSC – INCT – USP).
 
As possíveis pacientes, a ser convocadas e interessadas para a pesquisa tem o perfil de serem mulheres, na faixa de idade ente 40 a 80 anos, que tenham  artrite reumatoide nos dedos das mãos. E assim poderão fazer a inscrição para o tratamento/pesquisa na Unidade de Terapia Fotodinâmica (UTF) telefone  (16) 3509-1351
 
A artrite reumatoide é uma doença auto-imune caracterizada pelo ataque do próprio corpo às articulações, o que provoca inchaço, rigidez e dores nas juntas, capazes inclusive de limitar a movimentação inclusive nos dedos das mãos, dentre outros importantes sintomas e prejuízos a qualidade de vida. 
 
Há probabilidade média de que 79 milhões de pessoas com esta doença no mundo, sendo que no Brasil a média é de 2 milhões de pessoas com a doença, podendo ou não estarem em tratamento, onde podemos entender a importância da área da fotônica no tratamento.  
 
Com o equipamento e tecnologia desenvolvida pelos pesquisadores e técnicos do LAT - Grupo de Óptica – CEPOF – INCT – IFSC – USP,  une a emissão de luz laser e ultrassom, sendo esta tecnologia motivo de estudo e pesquisas nas linhas de Biofotônica do CEPOF – INCT - IFSC –USP.  
 
Fontes: Rui Sintra – Assessoria de Comunicação – IFSC/USP , e Kleber Chicrala – Jornalismo Científico do CEPOF – INCT – IFSC – USP,  e  Kely Zampieri –  Pesquisadora/Mestranda  e Fisioterapeuta
 
A fisioterapeuta Kely Zampieri (43) é a profissional da área de  saúde e responsável pelos tratamentos e pesquisa.  A pesquisadora é formada pela UNIARA, com especialização em Geriatria pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), e mestranda em Biotecnologia ( UFSCar).
 
kleberchi
Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias