Menu
segunda, 01 de março de 2021
Colunistas

Artigo Edgard Andreazi: Horário de verão

19 Out 2015 - 11h31Por Edgard Andreazi
Foto: Divulgação - Foto: Divulgação -

Horário de verão não é de todo ruim! É como uma retenção de imposto de renda na fonte. Tiram-nos uma hora no mês de outubro e depois nos devolvem em fevereiro do ano segunte. Exceto se você morrer neste intervalo.

Todo ano é a mesma história, uma parte da população afirma que gosta e a outra parte diz que detesta. Pode parecer uma divisão de opinião, mas se observar bem verá que é unanime o não gostar, pois os que afirmam que gostam no momento que inicia, certamente não gostam quando termina.Assim,no início ou no final, há uma manifestação de ódio ao evento.

É muito exagero para tão pequena mudança. Sem qualquer ajuste no horário, sempre estivemos sujeitos a diferença de uma hora, entre os estados do centro-oeste e extremo noroeste, a maioria de viagens internacionais nos obrigam a adaptação em relação ao fuso horário e não costumamos ver muita reclamação a respeito deste esforço biológico.

É evidente que nossa indignação generalizada se dá exclusivamente pela razão do acontecimento ser determinado por decreto do poder público, se fosse alguma moda lançada por uma novela das nove, ou mesmo por um hit de sertanejo universitário, estariamos aplaudindo o ato.

Não há qualquer registro de fatalidade em razão de adiantarmos ou atrasarmos nossas atividades biológicas, pode haver algum desconforto, mas é certo que sobrevivemos a esta pequena variação e em poucos dias o reloginho do organismo já ajustou seus ponteiros. Remédios e medicamentos também podem ser facilmente ajustados, por mais rigorosos que sejam seus intervalos prescritos.

Se há ou não economia de energia já "são outros quinhentos", porém é certo que os dias tem maior quantidade de horas com a presença do sol, acordar uma hora mais cedo dá a impressão que a temperatura será menor durante o dia, chegar em casa ainda ainda com o sol brihando, também proporciona uma sensação de estarmos chegando mais cedo. A economia de energia fica por conta do compromisso de cada um com sua sociedade. Podemos tomar banhos mais rápidos, utilizar menos água quente, manter por mais tempo lâmpadas apagadas. Não imagino, no entanto que, com a temperatura acima da casa dos 30 graus, possamos manter desligados ventiladores e aparelhos de ar condicionado.

Com o ápice do horário de verão no período mais comum que desfrutamos férias, também temos a impressão de um maior aproveitamento de nosso merecido descanço, é como se fosse um bônus.

O horário de verão para agradar o perfil do brasileiro teria que receber um pequeno ajuste, a hora retirada deveria ser a de uma sexta feira no horário de expediente e a devolução da hora emprestada deveria acontecer em um feriado, seria como o pagamento de um ágio. Seria justo, um reconhecimento ao nosso esforço.

As informações acima são de total responsabilidade do autor. 

http://media.saocarlosagora.com.br/uploads/andreazi_bottom.jpg

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias