Menu
quarta, 28 de outubro de 2020
S.Carlos no mundo da ciência e da tecnologia

A importância da educação científica nas escolas

27 Set 2020 - 09h10Por Kleber Chicrala
No universo da ciência várias áreas do conhecimento são contempladas, a física e os efeitos ópticos sempre foram motivos de curiosidades entre os estudantes do ensino fundamental até a universidade. No ensino fundamental um dos projetos que foram desenvolvidos para o ensino fundamental das escolas públicas e particulares de São Carlos e Região foi o Projeto ENTOMÓPTICA, que explicava a óptica e a vida dos insetos em oficinas e atividades educativas. Uma verdadeira mistura de física e educação ambiental, onde os alunos usavam microscópios, lupas, desenhos, filmes, oficinas de arte, pesquisa e coleta de insetos para compor um insetário e entender a importância da óptica e do meio ambiente desde muito cedo. Sendo que ao final dos trabalhos nas escolas os alunos participantes recebiam um diploma em uma solenidade com a presença dos pais. Assim o Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica – Instituto de Física de São Carlos – USP, dirigido pelo Prof. Dr. Vanderlei Salvador Bagnato e sua equipe de difusão científica fez acontecer. Mas logo veio a elaboração de kits didáticos e temáticos, e agora em época de pandemia, o ensino a distância pelo canal de televisão ( Canal 10 da NET de São Carlos) mantido pelo CEPOF – IFSC – USP – PROVE terá um papel fundamental na continuidade das aulas e atividades educativas, onde em parceria com os órgãos públicos de educação, somado a parceiros e empresas que entendem que educar é fundamental para um País crescer, criar riquezas e ter menos desigualdade social, farão a “ lição de casa “ produzindo e preparando aulas didaticamente interessantes para os alunos da rede pública de ensino.
 
As aulas e palestras e produção de materiais e matérias educativas para a televisão e via internet já faz parte dos trabalhos dos professores do Instituto de Física de São Carlos – CEPOF – USP, com a contribuição e participação de diversos docentes e pesquisadores da Universidade de São Paulo – Campi de São Carlos, e inclusive de outras Universidades e Centros de Pesquisas parceiros, a exemplo da Ufscar, Unesp, Unicamp, Embrapa e dentre outras.
 
O vídeo aula do Prof. Vanderlei Bagnato (IFSC - USP) sobre o modelo clássico de interação da radiação com a matéria, é uma das inúmeras aulas gravadas pelo pesquisador, que estão disponíveis nas redes sociais para o acesso gratuito ao conhecimento e ensino.
 
O Professor Luiz Antônio de Oliveira Nunes ( CEPOF – IFSC – USP), criador do canal Oficiência, é outro dedicado pesquisador, dentre aos inúmeros pesquisadores do CEPOF – IFSC – USP, que contribuem para educação científicas nas escolas e nos meios de comunicação.
 
Se fossemos enumerar as ações na área da difusão e da educação científica tradicionalmente realizadas, e em projetos a serem realizados pela equipe do CEPOF – IFSC – USP , teríamos que apresentar em forma de um livro ou revista, que em breve estará disponível para todos conhecerem.
 
Fonte: Kleber Chicrala – Coordenação em Jornalismo Científico do CEPOF – INCT – IFSC – USP
 

 
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias