Menu
quinta, 06 de maio de 2021
Solidariedade

Voluntárias da Santa Casa doam equipamentos para ala Covid, Maternidade e pronto-socorro do hospital

12 Abr 2021 - 12h42
Trabalho das voluntárias é essencial para o hospital; no ano passado, confeccionaram cerca de 12 mil jalecos e 9 mil máscaras - Crédito: DivulgaçãoTrabalho das voluntárias é essencial para o hospital; no ano passado, confeccionaram cerca de 12 mil jalecos e 9 mil máscaras - Crédito: Divulgação

O Grupo de Voluntárias da Santa Casa de São Carlos arrecadou R$ 12.204,95 com a edição do bazar realizado em novembro de 2020. Com esse recurso, foram comprados diversos equipamentos. Para a ala Covid, foi possível adquirir 10 fluxômetros de oxigênio; 10 conjuntos de nebulização contínua traqueia; 5 máscaras de alta concentração para oxigênio; 5 válvulas reguladoras de rede para oxigênio; 5 válvulas reguladoras de rede para ar comprimido; 8 aspiradores a vácuo; 12 lâminas de laringoscópio; 4 cabos laringoscópio e 10 circuitos para ventiladores. Para a Maternidade, foram comprados 3 detectores fetais. Também foi possível comprar, para o Pronto-Socorro, 1 foco de luz auxiliar portátil para exames ginecológicos e 1 balança eletrônica pediátrica para pesar os bebês.

De acordo com a coordenadora do Grupo de Voluntárias da Santa Casa, Mariângela Pucci, com a venda dos bordados, o valor arrecado foi investido para as melhorias e necessidades do hospital. “Tivemos conhecimento da falta de alguns equipamentos e, com o valor das vendas do bazar realizado no ano passado, conseguimos ajudar em algumas necessidades emergenciais. É muito gratificante colaborar e ajudar a suprir as necessidades imediatas do hospital e da Maternidade. As vendas dos bordados continuam durante o ano todo, pois a nossa missão é sempre ajudar a Santa Casa”, explica a coordenadora.

"Com a doação das voluntárias, foi possível repor materiais respiratórios e acessórios de gases medicinais essenciais para uso em pacientes com Covid-19. Além disso, possibilitou a aquisição de equipamentos para atender gestantes e bebês de São Carlos e da região. Isso contribui para oferecer uma melhor assistência para a população, evidenciando assim, a nobreza da doação das voluntárias”, explica o engenheiro clínico da Santa Casa, Vinicius Tibúrcio.

Para a Coordenadora Multiprofissional da Santa Casa, Luciana Luporini, essa contribuição das voluntárias ajudou na compra dos equipamentos que estavam em falta e que são tão necessários para atender os pacientes com Covid-19. “Com o avanço da pandemia, tivemos um aumento expressivo no número de casos e também aumento do uso dos equipamentos respiratórios que são oferecidos aos pacientes que chegam com falta de oxigenação. Por isso, o nosso estoque não foi suficiente para suprir todas as demandas. Com essa verba, conseguimos adquirir esses equipamentos e peças que estavam em falta e que são essenciais para conseguirmos dar uma assistência fisioterapêutica e clínica para os pacientes de maneira adequada e suficiente para que eles consigam receber o oxigênio. Agradecemos imensamente as voluntárias por esse gesto de doação, caridade e por notarem essas necessidades da Instituição. Nós, profissionais da linha de frente, conseguimos ser uma ponte entre as voluntárias e o paciente. Elas não podem estar próximas desses pacientes, mas por meio dessas doações, conseguimos aproximá-las deles”, explica a coordenadora.

O trabalho das voluntárias é essencial para o hospital. No ano passado, para que não faltassem EPIs para os profissionais da Santa Casa, elas confeccionaram cerca de 12 mil jalecos e 9 mil máscaras. Neste ano, com o agravamento da pandemia, o grupo retomou a confecção de jalecos para os profissionais da Instituição.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias