Menu
segunda, 19 de outubro de 2020
Paralisação

USP São Carlos: 20% dos servidores param as atividades

20 Jun 2018 - 11h15Por Marcos Escrivani
Servidores paralisados reivindicam reajuste nos salários - Crédito: Maycon MaximinoServidores paralisados reivindicam reajuste nos salários - Crédito: Maycon Maximino

A paralisação dos servidores públicos dos campus 1 e 2 da USP São Carlos continua e de acordo com o presidente do Sindicato dos Funcionários da USP São Carlos (Sintusp), Décio Bueno, o movimento ganhou força e aproximadamente 20% dos funcionários aderiram ao movimento na cidade.

Na manhã desta quarta-feira, 20, ocorreu uma assembleia no portão principal da USP, na Avenida Trabalhador São-carlense e o assunto em pauta foi a reunião que ocorrerá na tarde desta quinta-feira, 21, quando o comando de greve se reúne com a reitoria da universidade para tratar do vale-refeição e vale-alimentação.

“É uma forma de pressão. Queremos reajuste nestes benefícios. Na sexta-feira vamos realizar nova assembleia em São Carlos para conscientizar os servidores e que a paralisação aumente gradativamente. Na semana que vem será debatido o reajuste salarial”, disse Bueno.

De acordo com o presidente do Sintusp, a categoria reivindica um reajuste de 12,56%, enquanto que a oferta do Governo do Estado é de 1,5%.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias