Menu
sexta, 23 de abril de 2021
Mais uma lambança

UPA do Santa Felícia é descredenciada e município pode devolver R$ 2 mi

13 Ago 2018 - 13h10Por Redação
UPA do Santa Felícia é descredenciada e município pode devolver R$ 2 mi - Crédito: Arquivo/SCA Crédito: Arquivo/SCA

A promessa da Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal de São Carlos era a de que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Santa Felícia seria reaberta no final deste mês. Porém, o caos na saúde no município continua.

Sem atividade desde 23 de janeiro do ano passado, a UPA foi descredenciada pelo Ministério da Saúde por “falta de produtividade” e o município pode ser obrigado a devolver à União o montante de R$ 2 milhões. As informações foram passadas pelo secretário da pasta, Marcos Palermo. Ele garantiu ainda que entrou em contato com o Ministério e disse que a administração municipal não mede esforços para que a unidade de saúde seja reaberta o quanto antes.

TRAGÉDIA ANUNCIADA

Durante audiência pública realizada na Câmara Municipal em maio a diretora de Gestão Administrativa da Secretaria de Saúde, Izaulina Jacomazzi chegou a alertar sobre a situação que era preocupante.

Em 2017, de fevereiro a dezembro, foram recebidos R$ 100 mil mensais para a UPA Santa Felícia e no mesmo período, R$ 170 mil para a da Vila Prado. Naquele período era realizada uma auditoria pela Controladoria Geral da União (CGU).

Na Câmara, a diretora afirmou que teria comprovado que os recursos foram empregados na saúde. Entretanto, os recursos podem ser devolvidos à União e com correção. Segundo ela, os recursos estão em um programa de Média e Alta Complexidade (MAC) e que anualmente as UPAs recebem R$ 3,240 mil. Por outro lado, salienta que o custo anual para a Prefeitura soma R$ 13,7 mi.

REABERTURA

Em entrevista, Marcos Palermo assegurou que a sua pasta está empenhada em reabrir a UPA Santa Felícia chegando a afirmar que na quinta-feira da semana passada a Prefeitura informou que foi divulgado um diagnóstico de quantos funcionários trabalha na saúde de São Carlos.

Neste levantamento há hoje 221 funcionários no quadro de Urgência e Emergência e antes dos fechamentos das UPAs do Cidade Aracy e Santa Felícia haviam 194 servidores. Os números surgiram através de um comparativo feito pela Administração no período de janeiro de 2017 e julho de 2018.

Em uma reunião ocorrida na quinta-feira, 9, um grupo de trabalho aprovou a contratação de cinco assistentes administrativos e dois auxiliares de enfermagem. Com esses números a perspectiva é que possa ser reaberta a UPA.

Palermo enfatizou que tudo caminha para a reabertura da unidade de saúde, uma vez que o número de funcionários, segundo ele, está bem próximo do número ideal. O secretário informou ainda que há uma reposição que será feita pela Secretaria de Administração e isso possibilitará que a UPA volte a funcionar no prazo prometido.

Palermo disse ainda que as contratações de assistente administrativo e auxiliar de enfermagem devem ser publicadas no Diário Oficial desta terça-feira, 14. Já a edição de quinta-feira, 9, tornou pública a contratação de 20 médicos de urgência e emergência. Já os encontros do Grupo de Trabalho estão sendo realizadas regularmente.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias