Menu
domingo, 18 de abril de 2021
Assistência à população e formação dos alunos

Unidade Saúde Escola bate recorde em atendimentos no último ano

04 Abr 2019 - 08h59Por Redação
Unidade Saúde Escola bate recorde em atendimentos no último ano - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

A Unidade Saúde Escola (USE) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) alcançou em 2018 um recorde histórico. A Unidade registrou, no passado, o maior número de atendimentos realizados nos últimos dez anos: foram 28.527. Até então, o maior número era de 23.965, em 2016. Para tanto, a equipe da Unidade foi composta nesse último ano por 28 técnico-administrativos, 58 docentes, 6 técnicos voluntários, além da atuação de 429 estudantes de graduação e pós-graduação que desenvolveram atividades de ensino, pesquisa e extensão.

Em relação a 2017, houve um crescimento de 25% no número de atendimentos realizados. A gestão da Unidade atribui esse aumento ao maior número de estagiários em 2018, às melhorias no registro de atendimentos, bem como ao registro de atividades de avaliações e pesquisas que não eram computadas anteriormente. "Tivemos um número maior de ações de ensino, pesquisa e extensão na Unidade, além de atividades que envolveram mais profissionais e, por conseguinte, pudemos oferecer um maior número de atendimentos para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)", destaca Nelci Adriana Cicuto Ferreira Rocha, diretora da USE.  Sobre o crescimento, Maristela Adler, diretora técnica da Unidade destaca o número expressivo de avaliações e tratamentos em Fisioterapia, que foi de 18.394 no total de atendimentos realizados. "Somos o único ponto da rede de atenção secundária [especializada] de São Carlos e microrregião para a maioria das áreas de atuação em Fisioterapia", afirma Adriana.

A Unidade mantém suas ações organizadas em sete Linhas de Cuidado - Cardiorrespiratória e Doenças Metabólicas; Musculoesquelética; Infância e Adolescência; Neurologia; Geriatria e Gerontologia; Medicina Integrativa e Práticas Complementares; e Saúde Mental. O acesso dos usuários à USE ocorre por meio de encaminhamento da rede municipal de Saúde, Educação e Assistência Social. Todas as pessoas que procuram a Unidade passam pelo serviço de Acolhimento, que foi aperfeiçoado em 2018 e realizou 1.539 novos protocolos. Desse total, 1.288 usuários foram registrados na USE e 251 foram encaminhados para outras unidades de atendimento de São Carlos aptas a atender as demandas.

Além da assistência à população de São Carlos e microrregião, a USE também se configura como um importante espaço para a realização de projetos de pesquisa e extensão. Só em 2018 foram registrados 51 projetos de pesquisa e 58 de extensão, com o envolvimento de docentes de diferentes departamentos da UFSCar, das áreas de Humanas, Exatas e Biológicas e da Saúde. Desse total de projetos, 21 de pesquisa e outras 13 atividades de extensão têm continuidade em 2019.

ENSINO

A Unidade é um cenário de ensino prático para cursos da área da Saúde da UFSCar, considerando que as atividades de estágio são essenciais para a formação dos alunos. Na USE, os estagiários atuam no atendimento aos usuários sob orientação e supervisão de docentes. "As ações de ensino são organizadas pelos professores e visam à qualidade do aprendizado, o que se reflete na qualidade da assistência à população. Hoje, a USE possibilita a interação dos mais diferentes profissionais da área da Saúde e outras áreas correlatas, enriquecendo a construção coletiva do aprendizado dos estudantes presentes na Unidade", garante Adler.

Além disso, para Adriana Rocha, a presença de diferentes cursos de graduação facilita o trabalho interprofissional - "uma experiência que o aluno levará para sempre" -, e possibilita uma assistência diferenciada à população, com o cuidado integral aos pacientes.

Todos os estudantes que realizam estágio ou projetos de pesquisa e extensão da USE passam por oficinas de integração para conhecerem a Unidade, seus procedimentos, padrões de prontuário e de atendimento. Essas oficinas são ofertadas em todos os semestres letivos e, em 2019, 119 alunos já participaram da integração.

OUTRAS AÇÕES

Uma iniciativa de destaque no último ano foi a série de sete Encontros Interprofissionais em Saúde, que têm por objetivo construir a integralidade do cuidado, o trabalho interdisciplinar e prover a assistência de qualidade ao paciente. Estiveram nas atividades mais de 240 participantes, entre alunos de todas as áreas do conhecimento, docentes e diversos profissionais de saúde da USE e de outros serviços da rede de Saúde e de Educação de São Carlos. Além da continuidade dos encontros, em 2019 a USE também está promovendo uma série de palestras que abordam a educação em saúde, envolvendo questões relacionadas aos cuidados individuais e coletivos.

Para além dos momentos de formação, outro projeto desenvolvido na Unidade é o "Integra Rua", que atende mulheres em situação de rua. O projeto teve início em 2018 e oferece um atendimento integrado, reunindo profissionais de várias especialidades no cuidado às mulheres em situação de rua que são encaminhadas pelo Consultório na Rua, iniciativa do Município de São Carlos.

ESTRUTURA E GESTÃO

A sinalização da USE foi remodelada em 2018 e agora todos os blocos, salas e setores da Unidade estão bem identificados para facilitar a localização e organização do espaço oferecido aos usuários. No final do ano passado, a USE também elaborou um Planejamento Estratégico, construído com metodologia e formato inovadores, em parceria com a Secretaria Geral de Planejamento e Desenvolvimento Institucionais (SPDI) da UFSCar. "O planejamento foi importante por nos ajudar a reunir os resultados alcançados e um conjunto de diretrizes que contribuirão para potencializar as nossas ações, maximizando o trabalho interdisciplinar e favorecendo a interação, colaboração e disseminação do conhecimento para a formação de excelência do estudante e para aumentar a qualidade da assistência à saúde da população de São Carlos e microrregião", aponta a diretora da Unidade.

Além dos seis ambulatórios implantados no ano passado, a USE pretende implantar outros cinco ambulatórios neste ano. São eles: Atenção Integral Infantojuvenil a vítimas de abuso;  Pequenas Cirurgias; Sexualidade Humana; Saúde Mental Integrativa; e Imunopediatria. Esses ambulatórios são multidisciplinares e interprofissionais e oferecem atendimento integral e ampliado ao paciente.

Para Maristela Adler, a USE se apresenta hoje como uma unidade de saúde integrativa, onde as mais variadas áreas da saúde e correlatas têm a possibilidade de desenvolverem projetos de forma integrada. Para a diretora, isso abre muitas possibilidades para toda a comunidade USE. "Ao estudante, isso significa uma aprendizagem ampliada, para os profissionais é uma rica troca de conhecimento, e para os usuários atendidos, essa integração representa um cuidado integral e ampliado". E, de acordo com Adriana Rocha, "a avaliação é de que a USE está avançando em ações interdisciplinares, diferencial da Unidade, e na organização dos processos de trabalho".

Para 2019, a proposta é avançar em várias frentes em busca de novas parcerias e editais para financiamento de projetos e ampliação de recursos; manter acordos com a Secretaria Municipal de Saúde para facilitar o encaminhamento de pacientes do SUS para a USE; além do incremento das ações de gestão e fluxos de trabalho, com a implementação das ações do Planejamento Estratégico elaborado.

Para mais informações sobre a USE, acesse www.use.ufscar.br.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias