Menu
quinta, 06 de maio de 2021
Cidade

Unidade da Volkswagen do Brasil em São Carlos completa 16 anos com mais de 7,5 milhões de motores produzidos

Fábrica de São Carlos emprega mais de 800 pessoas e é responsável pela produção de 51 modelos totalizando uma média de 70 mil motores por mês

11 Out 2012 - 14h24
0 - 0 -

Com mais de 7,5 milhões de motores produzidos desde o início de suas atividades, em 1996, a unidade da Volkswagen do Brasil em São Carlos completa na próxima sexta-feira (12/10) 16 anos de operação.

Consolidada como a terceira maior fábrica de motores do Grupo Volkswagen, atrás somente de Salzgitter (Volkswagen), na Alemanha, e Györ (Audi), na Hungria, a unidade emprega mais de 800 pessoas e é responsável pela produção de uma média de 70 mil motores por mês em 51 modelos diferentes, de 1.0, 1.4 e 1.6 litro, os quais equipam os modelos Novo Gol, Fox, Novo Voyage, Crossfox, Saveiro, Polo, Polo Sedan, Kombi, Gol G4 e Golf.

A unidade trabalha em onze linhas de usinagem/montagem de alto nível tecnológico, contendo 18 robôs e 77 estações automáticas, o que resulta na produção de motores com alto nível de eficiência, qualidade e desempenho, além de um consumo reduzido de combustível.

Para o mercado brasileiro, 100% dos motores recebem a tecnologia bicombustível Total Flex. Para o mercado externo são produzidos motores a gasolina que são montados nos veículos para exportação e também são exportados motores parciais para a Argentina.

Em 2011 a unidade atingiu o volume recorde de 879.708 motores produzidos, um aumento de 3,2% em relação a 2010 quando foram produzidos 853.553 motores. Destes, para o mercado externo, foram produzidos 212.686 motores, incluindo propulsores montados nos veículos para exportação e motores parciais enviados para a produção da SpaceFox, na Argentina.

Ao longo dos 16 anos, a unidade teve sua área construída ampliada para 47.400 m² e grandes conquistas, como a produção do primeiro motor turbo do Brasil em 1999, da tecnologia Total Flex em 2003 e a implantação das linhas de Usinagem e Montagem de Cabeçotes em 2007.

"Nestes 16 anos São Carlos alcançou muitas conquistas significativas, visíveis por exemplo pelo crescimento predial da fábrica. Contamos com linhas de montagem de alto nível tecnológico, ações de sustentabilidade que são referência no Grupo e na região e investimos em constante capacitação dos empregados", disse Andreas Hemmann, gerente da unidade.

Nova Usinagem

Em maio de 2012, a unidade inaugurou, com investimentos da ordem de R$ 90 milhões, uma nova área de usinagem para elevar a capacidade de produção de 3.300 para 3.800 motores por dia. Na mesma ocasião, a empresa anunciou a instalação de uma nova linha de motores, já em construção, para aumentar - mais uma vez - a capacidade diária de produção.

O aporte faz parte do pacote de R$ 8,7 bilhões anunciado em outubro do ano passado pelo presidente mundial da Volkswagen, Prof. Dr. Martin Winterkorn, dos quais 2/3 voltado ao desenvolvimento de novos produtos e 1/3 para a ampliação de capacidade produtiva.

A ampliação atende a demanda das fábricas de automóveis e comerciais leves da Volkswagen do Brasil em São Bernardo do Campo, Taubaté (SP) e São José dos Pinhais (PR), além da fábrica de Pacheco, na Argentina.

A Usinagem é responsável pela transformação da peça bruta de ferro fundido em bloco de motor com as condições ideais para as demais etapas de montagem.

A nova usinagem conta com equipamentos de alta tecnologia, com o que há de mais moderno em sistema de usinagem, como o sistema denominado MQL, que utiliza a mínima quantidade de lubrificante no processo, com redução do uso de óleo, trazendo ganhos ambientais e de eficiência e será responsável pela usinagem de blocos para a montagem dos motores da família EA-111, já produzidos na unidade.

Os centros da nova usinagem têm ainda um sistema de alimentação de peças direcionado a uma mesa de transporte, o que resulta em ganho de produtividade. As lavadoras e máquinas de estanqueidade possuem o conceito de robô integrado à máquina, resultando em melhor limpeza das peças, montagem do selo e teste, dentro dos padrões do Grupo Volkswagen.

Gestão Ambiental

Projetada para produzir com a mesma qualidade das melhores indústrias européias, São Carlos foi a primeira unidade do Grupo Volkswagen, fora da Europa, a conquistar o certificado ambiental ISO 14001, em 1997, e se tornou referência em gestão ambiental para as demais unidades na América do Sul.

A unidade conta com a maior área verde entre as fábricas da Volkswagen do Brasil, num total de 730 mil m². Possui 18,6 hectares de área de reserva legal, com preservação do cerrado, com o reflorestamento da mata nativa como uma das práticas sustentáveis permanentes visando a preservação ambiental.

A unidade de São Carlos realiza desde 1998 o teste a frio de motores, denominado Kalt Test, reconhecido na época como uma tecnologia inovadora. Realizado em 100% dos motores, o Kalt Test avalia mais de 300 características distintas no motor, monitorando sincronismo, ruído, ignição, aspiração, escape, torque e lubrificação. Esses equipamentos garantem os mais rigorosos critérios de aprovação do motor.

Além disso, destaca-se a não utilização de combustível para realização do teste, o que garante uma maior eficiência ambiental. A unidade conta com quatro máquinas responsáveis pelos testes, os quais demoram entre sessenta e setenta segundos.

Neste ano, a unidade alcançou mais um avanço na área com a instalação de uma nova estação de tratamento de efluente industrial, ainda mais eficiente e sustentável. A mudança no sistema é pioneira na Volkswagen do Brasil e dobrou a capacidade de tratamento de efluentes industriais, além de proporcionar a redução de 40% nos custos operacionais do processo.

Outro projeto de destaque é a Central de Compostagem, iniciada em 2007 como projeto piloto, que rendeu à fábrica de São Carlos o 1º prêmio AutoData em Responsabilidade Ambiental. Em 2009, a Central começou a funcionar efetivamente.

Na Central, que possui a capacidade de realizar a compostagem de 10 toneladas/ano, são tratados parte dos resíduos orgânicos gerados no restaurante da fábrica, com a finalidade de transformá-lo em adubo, utilizado na área verde da própria unidade.

Além desse trabalho, há projetos realizados em parceria com o Parque Ecológico "Dr. Antonio Teixeira Vianna", em São Carlos, como o investimento de R$ 145 mil nas reformas dos recintos de espécies como o condor andino, urso de óculos e lobo guará, além do aviário para aves regionais e o bioma cerrado, em 2011.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias