Menu
sábado, 06 de março de 2021
Cidade

Um Dia Para Natália ganha corpo; Resenha lota e clientes contribuem com campanha

01 Set 2016 - 10h23
Foto: Marcos Escrivani - Foto: Marcos Escrivani -

Com a participação do São Carlos Agora, a campanha denominada Quarta Solidária - "Um Dia Para Natália", ganha corpo em São Carlos e na noite desta quarta-feira, 31, gestos carinhosos por parte de comerciantes e pessoas anônimas lotaram o Bar Resenha (localizado na avenida Dr. Carlos Botelho, 1280 - fone 3411-2307).

Das 18h às 24h dezenas de clientes passaram pelo estabelecimento comercial para deixar a contribuição para a campanha, ao saborear porções de batatas fritas. O cantor André Veltrone foi o responsável por canções pop-rock e doou o cachê para jovem que sofreu AVC Isquêmico de Tronco quando tinha 19 anos e hoje, aos 21, tem movimentos do corpo debilitados.

Mas a noite foi de boas notícias, já que o Resenha anunciou um segundo dia para Natália, que acontece dia 14 de setembro e que contará com cinco cantores que querem contribuir para a campanha da jovem são-carlense.

Outra grata notícia: duas jovens, Nayara Samanta Aparecida Couvre e Cristiane dos Santos Rosalino, até então anônimas, por iniciativa própria irão trabalhar em prol de Natália, com pedágios para conseguir mais doações.

CORRENTE DO BEM

Integrante da campanha em prol de Natália Didone, o São Carlos Agora esteve presente na noite de quarta-feira, 31, no Bar Resenha, ao lado de Marcos Lancerotti, da Feira do Rolo Sanka 100% Grátis.

O movimento no estabelecimento comercial foi intenso com todas as mesas tomadas por clientes que participaram da campanha, consumindo porções de batatas fritas e deixando sua contribuição.

Natália Didone esteve presente com sua família, mostrando simpatia, cumprimentando os presentes e agradecendo a todos, bem como a Deus pela generosidade demonstrada.

Os proprietários Caio Formenton e Robson Milaré não escondiam a emoção pela campanha. "Participamos com o intuito de ajudar a Natália. É uma oportunidade de mostrar amor ao próximo em um mundo que aparenta ser às vezes mesquinho. Eu e o Robson tivemos esta oportunidade e fazemos isso com prazer e amor no coração. A gente se sente com a satisfação do dever cumprido.

RESENHA CONTINUA

Caio fez uma revelação na primeira edição Quarta Solidária - Um Dia Para Natália: o Bar Resenha já agendou para o dia 14 de setembro, quarta-feira, uma nova noitada (das 18h às 24h). Os clientes que comparecerem irão contribuir novamente com Natália, ao consumir porções de batatas fritas.

O que chamou a atenção é que cantores são-carlenses estarão presentes e mostraram interesse em contribuir com a jovem. Irão cantar e doar seus cachês. São eles: Denis e Denner, João Matheus, Banda Dígito 3, Carlos Batera e Jayme Fallaci.

"Vamos trabalhar unidos para ajudar a Natália a tornar seu sonho uma realidade", disse Caio.

SENSIBILIZADO

O cantor André Veltrone que participou da Quarta Solidária estava visivelmente emocionado. "Li a história dela no SCA, compartilhei e fiquei sensibilizado. Entrei em contato e quis participar e ajudar. São pequenas ações, mas que juntas, podem fazer a diferença", garantiu.

PEDÁGIO POR UM SONHO

Uma das gratas surpresas da noite coube as jovens Nayara Samanta Aparecida Couvre e Cristiane dos Santos Rosalino. Até então anônimas. Entraram no Resenha e foram direto a mesa onde estavam Natália e sua família com camisetas estampando os dizeres: "Juntos pela Naty - Rumo a Tailândia". Detalhe: não se conheciam. Até então.

Indagadas pelo SCA, as jovens também não esconderam a emoção ao dizer que ficaram tocadas pela luta de Natália.

"A gente quer que ela tenha uma vida normal. O AVC tirou isso dela. Com 19 anos não é fácil. Ficamos comovidas e queremos ajudar de alguma forma. Fazer com que ela possa andar novamente, estudar, ser feliz".

Nayara e Cristiane afirmaram que, com ajuda de amigos e familiares irão realizar pedágios para obter mais doações que serão revertidas para Natália.

FELIZ

Natália não parava de sorrir no Resenha e se sentia confortada com tantos gestos de carinho. "Sinto que as pessoas têm amor no coração. São do bem. Estou feliz por tudo isso e agradeço a Deus. Não sei como agradecer e espero poder realizar meu sonho", disse ao SCA.

SONHO DE NATY

Com 19 anos, Natália Didone sofreu um AVC Isquêmico de Tronco e ficou sem atendimento médico por 14 horas. Com isso teve sequelas. Ficou 15 dias entubada e quando retornou do coma, somente mexia os olhos. Com o tempo passou a movimentar braços e pernas, mas com dificuldade.

Hoje se movimenta com bengala, mas tem os movimentos comprometidos. O lado esquerdo do seu corpo foi seriamente afetado pelo AVC. Sua fala também está comprometida.

Recentemente ela descobriu tratamento que fará com que tenha uma vida normal. Mas é realizado somente na Tailândia e é avaliado em R$ 120 mil. São 28 dias de tratamento.

Ela necessita dessa quantia para realizar seu sonho, de onde nasceu a campanha UM DIA PARA NATÁLIA.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias