Menu
sábado, 27 de fevereiro de 2021
Reflorestamento

UFSCar e Rotary Pinhal fazem plantio de árvores no bairro Arnon de Mello

Com captação de recursos, parceiros plantam mais 130 mudas e buscam empresas para integrar projeto de arborização em São Carlos

21 Jan 2021 - 10h34Por Redação
Quinto plantio, com mudas de espécies nativas e frutíferas - Crédito: Gustavo Galetti/UFSCarQuinto plantio, com mudas de espécies nativas e frutíferas - Crédito: Gustavo Galetti/UFSCar

O projeto de extensão de arborização urbana, conduzido pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em conjunto com o Rotary Club de São Carlos - Pinhal, conquistou mais recursos financeiros e, com isso, realizou mais um plantio em área urbana de São Carlos. O novo local, indicado pela Prefeitura de São Carlos, está localizado no bairro Arnon de Mello, perto do Campus II da Universidade de São Paulo (USP), onde foram plantadas 130 mudas de espécies nativas e frutíferas. Para a ação, foram doados R$ 3 mil pela empresa DNA Consult Genética e Biotecnologia, investidos na mão de obra e insumos para preparo do local e plantio, feito no dia 22 de dezembro.

"A DNA Consult decidiu apoiar o projeto porque está alinhada com o propósito da empresa que é melhorar a qualidade de vida das pessoas. Além disso, este projeto tem uma importância crescente: atualmente já causa impactos positivos e à medida em que o tempo avança os impactos são ainda mais profundos em relação à sociedade, meio ambiente, qualidade de vida", afirma o Diretor Científico da empresa, Euclides Matheucci Junior.

Além disso, a Fazenda Sant’Ana de Monte Alegre doou 50 mudas frutíferas que compuseram o quinto plantio. As outras 80 mudas foram adquiridas pelo Rotary anteriormente e permaneceram cerca de um ano no Viveiro da UFSCar, para se desenvolverem até o tamanho apropriado para serem plantadas. Os parceiros também já realizaram, em 13 de janeiro, uma das manutenções pós-plantio na área, para combater as formigas.

Dessa forma, o projeto "Valorização de espaços verdes públicos urbanos: integração universidade e sociedade", implantado junto ao Rotary Pinhal em 2017 e coordenado, na UFSCar, pela professora Andréa Lúcia Teixeira de Souza, do Departamento de Ciências Ambientais (DCAm), soma um total de 630 mudas plantadas, incluindo manutenção posterior, em cinco locais de São Carlos (veja histórico no final da matéria).

"A valorização dos espaços verdes públicos com o plantio de mudas de árvores nativas tem tido um resultado muito positivo junto à população local, principalmente pela melhoria substancial da beleza paisagística gerada pelas plantas e também pela espécies frutíferas", afirmam Andréa Souza e seus orientandos de doutorado no Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCAm) da UFSCar, Pedro Henrique de Godoy Fernandes e Gustavo Galetti, que acompanham diretamente as ações do projeto. Para eles, o que mais chamou a atenção foi a disposição de muitos moradores em colaborar com a manutenção das mudas. "Inclusive, alguns chegaram a relatar que já haviam plantado algumas espécies no local e que o projeto só agregou melhorias. Assim, a maioria da população parece entender os benefícios para o bem-estar e qualidade de vida das pessoas que frequentam essas praças", celebram.

No projeto, a UFSCar presta a assessoria técnica (seleção de espécies a serem plantadas, desenvolvimento de mudas no Viveiro da Universidade, coordenação do plantio etc.) bem como divulgação. O Rotary Pinhal é responsável por articular as parcerias, adquirir as mudas, acompanhar a manutenção da área, bem como solicitar autorização e indicação do local junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Ciência, Tecnologia e Inovação. Além disso, as pessoas e empresas doadoras garantem os recursos necessários para a execução e manutenção dos plantios.

CAPTAÇÃO DE RECURSOS

Os parceiros continuam abertos a empresas que queiram se unir para a manutenção dos últimos dois plantios. "Cada nova edição começa cerca de um ano antes do plantio, com a compra e transporte de mudas ao Viveiro da UFSCar, solicitação de autorização à Prefeitura para realizar o plantio, busca por pessoas e empresas interessadas em patrocinar o projeto e, depois, preparo da área para, finalmente, plantar. Depois, ainda é necessário manter a área por, no mínimo, dois anos", explica Celso Rizzo, sócio do Rotary - Pinhal.

Empresas interessadas em participar como parceiras na manutenção dos últimos dois plantios podem entrar em contato com o rotariano pelo e-mail crizzoad@terra.com.br ou pelo WhatsApp (16) 99101-2384. Os nomes das empresas serão registrados nas placas a serem instaladas nos locais dos plantios. As datas das inaugurações ainda serão anunciadas.

HISTÓRICO DO PROJETO

Confira as cinco edições realizadas, desde 2017, pelo projeto de arborização em São Carlos, conduzido pela UFSCar e Rotary - Pinhal:

- 2017: "Praça das Mães e das Mulheres", na Praça João Paulo II, em frente à pista de skate do bairro Santa Felícia, com plantio de 100 mudas e doação da comunidade.

- 2018: "Praça dos Pais e dos Filhos", próxima ao Shopping Iguatemi, que também é parceiro dessa edição, com 150 mudas e doação da comunidade.

- 2019: "Praça dos Advogados", no Jardim Araucária, em parceria com a Associação dos Moradores do bairro (Amja) e a Subseção de São Carlos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), inicialmente com 100 mudas e um complemento de 50 mudas em 2020, com doação dos advogados;

- 2020, duas edições - Loteamento Habitacional São Carlos I, próximo ao Campus II da USP, com plantio de 100 mudas, e participação da RPS Engenharia, que fará o calçamento de um caminho de terra usado pelos pedestres, facilitando a mobilidade das pessoas; e área no bairro Arnon de Mello, com 130 mudas e patrocínio da DNA Consult.

comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias