Menu
quinta, 23 de setembro de 2021
Cidade

UFSCar convida gestantes para pesquisa e preparo para o parto

Podem participar mulheres grávidas a partir dos 18 anos e que não tenham completado 34 semanas gestacionais

26 Out 2017 - 10h05
UFSCar convida gestantes para pesquisa e preparo para o parto -

Um estudo desenvolvido no Laboratório de Pesquisa em Saúde da Mulher (LAMU) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está convidando gestantes que tenham interesse em realizar o preparo da musculatura do assoalho pélvico para o parto. O principal objetivo é comparar os efeitos das técnicas utilizadas nesse preparo.

A pesquisa "Efeitos da massagem perineal, dilatador vaginal e treinamento dos músculos do assoalho pélvico sobre a integridade perineal de primíparas: ensaio controlado randomizado cego" é desenvolvida pela mestranda Bianca Manzan Reis e pelas doutorandas Priscila Martins Alves e Daiane Munhoz Mira, alunas do Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia (PPGFt) da UFSCar, sob orientação da docente Patricia Driusso, do Departamento de Fisioterapia (DFisio) da Universidade.

De acordo com Reis, o preparo atua principalmente para evitar as possíveis causas de disfunções da musculatura do assoalho pélvico bem como lacerações no momento do parto. A prática é indicada tanto para mulheres que optarem por parto normal ou pela cesárea. Segundo a pesquisadora, os resultados do estudo devem reforçar a importância do preparo da musculatura do assoalho pélvico para desfechos do parto e puerpério (pós-parto).

Para realizar o estudo, estão sendo convidadas gestantes, a partir dos 18 anos, com gestação de risco habitual (baixo risco e que não apresentem nenhuma complicação decorrente do período gestacional), que tenham gravidez de feto único e que não tenham completado 34 semanas gestacionais. 

Todas as voluntárias passarão por uma triagem para identificar quaisquer contraindicações à realização da técnica. As gestantes aptas ao preparo passarão por avaliação que dura, em média, uma hora. Essa mesma avaliação será repetida em mais dois encontros após o parto, para acompanhamento. A avaliação e o acompanhamento são gratuitos. As gestantes interessadas devem entrar em contato com as pesquisadoras pelo telefone (16) 99750-2404 ou pelos e-mails reis.bianca@yahoo.com.br ou lamuava@gmail.com. O contato também pode ser feito pela página do LAMU no Facebook (www.facebook.com/fisioterapiamap).

Projeto aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da UFSCar (CAAE: 42676815.2.0000.5504).

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias