Menu
segunda, 28 de setembro de 2020
Cidade

Trevo do Fagá ainda não tem data para ser concluído

03 Fev 2010 - 16h46Por Redação São Carlos Agora
A conclusão da alça sul do trevo de acesso aos bairros Maria Stella Fagá e Jardim Tangará, em São Carlos, de responsabilidade da concessionária Triângulo do Sol, ainda não tem data definida. Faz um ano que foi realizada a audiência publica sobre a paralisação da obra no Centro Comunitário do bairro.

Segundo nota enviada pela concessionária, a obra que fica no km 231 da Rodovia Washington Luís (SP 310) depende da emissão de posse de uma área que está em processo de desapropriação pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp).

Ainda de acordo com a concessionária, às chuvas intensas e constantes dos últimos meses, prejudicou o cronograma de obras na área que independe do processo de desapropriação e os serviços serão executados à medida que as condições meteorológicas permitirem.

Parte do trevo de acesso aos bairros foi liberado para veículos e pedestres no dia 2 de setembro do ano passado. “Ainda falta passar mais uma camada asfáltica em toda área e a conclusão da alça sul no sentido interior/capital, porém as máquinas que realizavam o trabalho não estão mais no local. Entregaram uma obra sem acabar. Sabemos que o término da obra está dependendo de uma desapropriação, mas acredito que está demorando demais. Parece que estão deixando para entregar essa obra pronta perto das eleições”, conta o presidente da associação de bairros do Maria Stella Fagá, Cláudio Rondon.

O trevo de acesso ao Jardim Tangará é o quinto a ser remodelado pela Triângulo do
Sol na cidade e compõe o Complexo Viário de São Carlos. Ao final desta obra, a
Concessionária terá investido cerca de R$ 21, 5 milhões na remodelação dos trevos
de acesso pelas avenidas São Carlos, Getúlio Vargas, Miguel Petroni e Universidade
Federal de São Carlos (UFSCar).

OJornal A Folhaentrou em contato com a assessoria de imprensa da Artesp, para saber qual é o prazo para o processo de desapropriação ser concluído, porém nenhuma resposta foi enviada até o fechamento dessa edição.

Por Lívia Rodrigues/Jornal A Folha
comments powered by Disqus

Leia Também

Últimas Notícias