Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021
Cidade

Trabalhadores reprovam proposta de aumento das montadoras

22 Ago 2011 - 17h44

Na primeira assembléia da Campanha Salarial realizada na tarde desta segunda-feira, 22, pela direção do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Região, os trabalhadores na Volkswagen reprovaram a proposta de aumento salarial de 8,6% (7,26%, estimativa de inflação do período da data-base da categoria, que é 1º de setembro, e mais 1,25%  de aumento real).

Essa proposta foi apresentada pela bancada patronal (representada pelas montadoras Volkswagen, Ford, Mercedes-Benz, Scania e Toyota) à bancada sindical, formada pelos sindicatos metalúrgicos do ABC Paulista, Taubaté, São Carlos (FEM-CUT/SP) e Tatuí (Força Sindical), durante rodada de negociação, na última sexta-feira, 19.

Segundo a proposta reprovada, o índice seria pago em 1º de janeiro de 2012, e os trabalhadores nas montadoras receberiam um abono salarial de R$1900 agora em setembro. Também foi reprovada a proposta de aumento salarial para a data-base do ano de 2012, que seria aplicada com a seguinte formula: INPC integral e mais 1,25% de aumento real, que seria incorporado ao salarial em janeiro de 2013. Ainda de acordo com esta proposta, a categoria também receberia um abono no valor de R$ 2.000  em setembro de 2012.

De acordo com o presidente do Sindicato, Erick Silva, a proposta foi repudiada na própria mesa de negociação. “A bancada formada pelos trabalhadores adiantou que a proposta não atendia os interesses da categoria, mesmo assim fizemos questão de levar aos trabalhadores para todos já se prepararem para essa luta, que está apenas começando”, disse ele.

Próximas rodadas

Os sindicatos representados pela FEM-CUT/SP e as Montadoras continuarão a negociação da Campanha Salarial do ramo nesta terça, dia 23, e quarta, às 9h, no hotel Plaza, em São Bernardo do Campo - SP.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias