Menu
sábado, 31 de julho de 2021
Cidade

Trabalhadores avaliarão retorno das negociações proposto pela Electrolux

Na tarde de ontem, direção da empresa sinalizou acordo

12 Out 2011 - 11h31

Nesta quarta-feira, 12, os trabalhadores no turno da noite avaliarão se iniciam o movimento grevista ou aguardam a reunião que acontecerá amanhã, 13, entre a direção da empresa e o Sindicato.

A empresa  sinalizou  ontem, 11, aos dirigentes do Sindicato que um acordo é possível para atender a reivindicação dos trabalhadores.

Para o presidente do Sindicato, Erick Silva, a manifestação da empresa foi positiva. " Em vários contatos a direção da empresa afirmou que quer um acordo e nós encaramos isso de forma positiva, pois o Sindicato sempre busca negociar. A partir de hoje já levaremos esse informe aos trabalhadores nas assembléias e eles decidirão se aguardam ou não o resultado da reunião de amanhã", explica.

 

Entenda como tudo aconteceu

Em assembléia realizada no domingo, 09, na Sede do Sindicato dos Metalúrgicos de São Carlos e Região, os trabalhadores na Electrolux, reprovaram a proposta da Campanha Salarial apresentada pela empresa, e decretaram Estado de Greve.

Diferentemente do restante da base metalúrgica, a empresa chegou a oferecer num primeiro momento a proposta de 2,36% de aumento real. Os trabalhadores rejeitaram a proposta e pleitearam um aumento real de 2,43%, igual ao que o restante da categoria conquistou, mais um abono salarial.

Em negociação com os dirigentes do Sindicato, a direção da empresa ofereceu o aumento real reivindicado, mas não o abono salarial, o que causou indignação nos trabalhadores, que receberam como proposta um ticket alimentação extra.

Na luta pelo abono salarial, os trabalhadores já deram início à mobilização no domingo mesmo, com o atraso de 30 minutos na entrada dos turnos.

Nesta segunda-feira, 10, o Aviso de Greve foi entregue a empresa, que vence nesta quarta-feira.

Comments system Cackle

Leia Também

Últimas Notícias